Governo promete limpar pátios de veículos apreendidos em 30 meses

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Proposta conta ainda com a construção de quatro novos espaços para os carros apreendidos pela Polícia Militar; empresários do setor dizem que proposta não é realista

Agência Estado

O governo do Estado pretende contratar empresas privadas para construir e administrar quatro novos pátios de veículos apreendidos pela polícia e para guinchar esses veículos. O objetivo é desocupar, em 30 meses, os pátios que funcionam hoje.

Empresários do setor acreditam que vai ser difícil cumprir a meta, já que seria preciso tirar, por dia, 53 veículos que já estão armazenados. Além disso, a empresa contratada teria de guinchar e guardar três veículos que são apreendidos diariamente.

Zona leste: Duas viaturas falsas de polícia são apreendidas na zona leste de SP

Com câmeras, SP pretende criar ônibus 'dedo-duro' e multar motorista infrator

Um dos temores do mercado é de que os novos pátios fiquem, em pouco tempo, superlotados como os atuais. O projeto prevê que os terrenos tenham pelo menos 50 mil metros quadrados - o equivalente a cinco campos de futebol - e fiquem a uma distância de até 100 quilômetros do centro de São Paulo.

Após a contratação desse serviço, o governo pretende montar, dentro dos novos pátios, usinas para desmontar os carros e reciclar algumas partes e peças. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: veículos apreendidospátiosigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas