Praia de Pitangueiras apresentou o maior índice de poluição por coliformes fecais na região. Em 2011, apenas 28% das praias do município foram consideradas boas

Agência Estado

Praia de Pitangueiras, no Guarujá (arquivo)
AE
Praia de Pitangueiras, no Guarujá (arquivo)

A qualidade das praias do litoral de São Paulo melhorou em 2012. Até na Baixada Santista, onde geralmente se concentram os piores índices de balneabilidade, o total de praias classificadas como péssimas caiu de 28% para 13%. Em Santos, por exemplo, todas as praias eram consideradas péssimas em 2011 - ou seja, passaram o ano inteiro impróprias para banho. Já no ano passado, somente a Ponta da Praia foi classificada dessa forma.

Enquete: Internautas do iG elegem Barra do Una como a praia mais bonita de São Paulo

A exceção da melhora foi o Guarujá, onde a Praia de Pitangueiras apresentou o maior índice de poluição por coliformes fecais na região. Em 2011, 28% das praias do município foram consideradas boas. No ano passado, nenhuma. Classificada como péssima, a Praia do Perequê é a pior: passou 100% do tempo imprópria para banho.

Litoral norte

A situação é melhor no litoral norte de São Paulo, onde as praias ótimas triplicaram (de 5% para 16%) e as ruins e péssimas caíram pela metade (de 17% para 9%). Em Ubatuba, as Praias do Prumirim, Vermelha, Vermelha do Norte, Toninhas, Lagoinha e do Pulso são consideradas ótimas, assim como a da Baleia, Guaecá, Jureia do Norte, Camburizinho e um dos pontos de medição de Juqueí e Boraceia, todas em São Sebastião.

O destaque negativo é Itaquanduba, em Ilhabela, e São Francisco, em São Sebastião, considerada péssimas. Ilhabela não apresentou nenhuma praia ótima, ou seja, que tenha permanecido própria para o banho durante todas as semanas do ano. No litoral sul, Iguape e Ilha Comprida têm todas as praias boas, com exceção da Do Leste, que é ruim. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Banhistas durante feriado na praia da Enseada, no Guarujá, (arquivo)
AE
Banhistas durante feriado na praia da Enseada, no Guarujá, (arquivo)


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.