São Paulo terá quatro trocas de pontos de ônibus por dia

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Cerca de 100 novos abrigos já foram instalados; estruturas com espaço para publicidade são as primeiras áreas de comercial ao ar livre desde a Lei Cidade Limpa

Agência Estado

Divulgação
Sem itinerários, os novos pontos são alvo de crítica

A partir desta semana, quatro abrigos novos de ônibus vão ser trocados por dia na cidade. Atualmente, cerca de 100 abrigos novos já foram instalados. As estruturas, com espaço para propaganda publicitária, estão sendo substituídas desde o dia 17 de fevereiro pela empresa privada Otima, vencedora de uma licitação que trocou a substituição dos abrigos antigos pela permissão de exploração comercial dos anúncios. Elas são as primeiras áreas de comercial ao ar livre desde que a Lei Cidade Limpa passou a valer, em 2007.

Desde que assumiu o serviço a empresa já desmontou cerca de 500 abrigos antigos. Todos tinham problemas estruturais e 100 deles ofereciam risco aos passageiros de ônibus que esperavam o coletivo nesses pontos. A Otima tem quatro modelos de abrigos. Para este ano, a previsão é substituir cerca de 1.800. A meta é que, nos próximos três anos, 6.500 estruturas sejam trocadas e mil novos sejam instaladas. Além disso, 14,7 mil totens (postes que indicam a existência de um ponto de ônibus) também vão ser instalados em toda a capital paulista.

Leia também: Adesivo "Que ônibus passa aqui?" vira alternativa à falta de informações

Parte desses abrigos terá telas touchscreen com informações sobre as rotas dos coletivos. Mas a empresa garante que todos os pontos de ônibus de São Paulo terão indicados, de forma clara, quais são as linhas que passam em cada uma delas. O investimento da Otima (um consórcio formado por Odebrecht Transport, Rádio e TV Bandeirantes, APMR Investimentos e Participações e Kalítera Engenharia) é de R$ 550 milhões e o contrato tem duração prevista de 25 anos.

A Otima diz que quatro empresas já a procuraram para comprar espaços publicitários - a maioria é de grupos que patrocinam a Copa do Mundo, que também terá jogos na capital paulista. Em 30 de março, os primeiros anúncios, da Brahma, começaram a ser exibidos nos novos abrigos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: ponto de ônibustransporte públicoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas