Amigos e familiares de estudante morto em assalto protestam em São Paulo

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ato com cartazes e camisetas com o rosto de Victor Deppman, morto com um tiro na cabeça na última terça (9), pediu paz e redução da maioridade penal. Menor confessou à polícia

Agência Brasil

Tércio Teixeira/Futura Press
Mãe de estudante (ao centro) comandou manifestação pelas ruas do Belenzinho, na zona leste da capital

Parentes e amigos do estudante morto durante assalto na noite da última terça-feira (9), em São Paulo, promoveram nesta manhã uma manifestação pedindo paz e redução da maioridade penal. O ato teve início por volta das 11h, no Largo São José do Belém, no Belenzinho, na zona leste da capital paulista, e reuniu cerca de 200 pessoas, segundo informou a Polícia Militar.

Irmã de jovem preso por morte de universitário diz que irmão 'deve pagar'

O caso: Estudante universitário é morto durante tentativa de assalto em São Paulo

Universitários fazem protesto contra violência após morte de jovem em SP

Na noite da última terça-feira (9), Victor Hugo Deppman, estudante do curso de Rádio e TV da Faculdade Cásper Líbero, foi assassinado com um tiro na cabeça durante um assalto, em frente ao prédio onde morava, no Belém, na zona leste da capital.

Um dia depois, um adolescente, que completou 18 anos sexta-feira (13), se entregou à polícia e confessou o crime. Como tinha 17 anos quando se entregou, o adolescente foi encaminhado à Fundação Casa.

Leia tudo sobre: estudante mortovictor deppmanassaltoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas