Trezentos alunos da faculdade Cásper Líbero levaram cartazes com pedidos de paz durante caminhada na avenida Paulista. Victor Deppman, de 19 anos, foi morto na terça-feira

Agência Brasil

Estudantes da Faculdade Cásper Líbero fizeram no início da tarde desta quinta-feira um protesto contra a violência na capital paulista. Na noite da última terça-feira (9), um colega deles, Victor Hugo Deppman, estudante do curso de rádio e TV, foi assassinado com um tiro na cabeça durante um assalto , em frente ao prédio onde morava no Belém, zona leste da capital.

Prisão: Polícia prende adolescente suspeito de matar universitário na zona leste de SP

Alunos tomaram a av. Paulista, sentido Consolação, nesta quinta-feira após morte de Victor Deppman
J. Duran Machfee/Futura Press
Alunos tomaram a av. Paulista, sentido Consolação, nesta quinta-feira após morte de Victor Deppman

Segundo a Polícia Militar, cerca de 300 estudantes participaram da manifestação, que foi pacífica e teve início por volta das 12h. Os jovens saíram da faculdade, na altura do número 900 da avenida Paulista, carregando faixas em que pediam paz. Eles fizeram uma caminhada até a rua da Consolação, o que provocou bastante lentidão no trânsito da região, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Ao atingir o fim da avenida, os estudantes fizeram o caminho de volta para a faculdade. A CET informou que por volta das 13h40 a avenida Paulista foi totalmente liberada para o tráfego de veículos, mas pediu aos motoristas para evitarem a região pois o tráfego está lento ainda por reflexo do protesto.

Na quarta-feira(10), a faculdade divulgou uma nota à imprensa lamentando a morte do estudante. “A instituição se solidariza com a família e com os amigos do estudante e está tomando todas as medidas possíveis para apoiá-los neste momento de pesar”, dizia a nota.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.