Justiça marca julgamento de PMs acusados de matar homem em cemitério

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Crime aconteceu em 12 de março de 2011 e só foi descoberto por causa de denúncia de uma mulher que presenciou o assassinato enquanto visitava o túmulo do pai no local

A juíza Patrícia Pires, da 1ª Vara Distrital de Ferraz de Vasconcelos, marcou para o dia 23 de maio o julgamento dos policiais militares Ailton Vital da Silva e Felipe Daniel Silva, acusados de matar Dileone Lacerda Aquino no Cemitério dos Palmares, em Ferraz de Vasconcelos.

O crime aconteceu em 12 de março de 2011 e só foi descoberto por causa de denúncia de uma mulher que presenciou o assassinato. Ela visitava o túmulo de seu pai e ligou para o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) de dentro do cemitério quando viu os acusados retirarem uma pessoa da viatura da PM e atirarem contra ela.

Leia mais: Justiça decreta prisão preventiva de PMs acusados de chacina em São Paulo

Na ocasião, os policias registraram a ocorrência no nome de Aquino como roubo seguido de morte. A denúncia contra os suspeitos foi recebida em 6 de abril daquele ano, mesma dia em que os dois tiveram a prisão preventiva decretada. Eles estão presos no Presídio Militar Romão Gomes.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas