Metrô de São Paulo estuda criação de bilhete mensal

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Governador teria pedido estudo de viabilidade para cartão entrar em operação no mês de novembro, quando o Bilhete Único Mensal para ônibus será lançado

Agência Estado

O governo do Estado de São Paulo está estudando a viabilidade de adotar o bilhete único mensal, previsto para entrar em operação em novembro. O pagamento das viagens de trem e metrô com o cartão, porém, depende de uma garantia financeira, segundo o secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes.

AYRTON VIGNOLA/AE
Valor do Bilhete Único Mensal para ônibus será confirmado após reajuste da tarifa em São Paulo

Entenda: Bilhete Único Mensal começa a valer em novembro em São Paulo

"A Prefeitura avaliou que (a adoção do bilhete) pode ter impacto de até R$ 400 milhões (para o município)", disse o secretário. "Eles têm uma linha de aporte de subsídio. No caso do Metrô, não temos. Hoje o Metrô é autossustentável operacionalmente. Se deixar de ser, perde financiamentos." Fernandes afirmou que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) pediu uma análise detalhada da questão.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou nesta terça-feira (2) que o Bilhete Único Mensal entrará em vigor em novembro deste ano ao custo aproximado de R$ 140. Uma das principais promessas de campanha de Haddad, o novo modelo permitirá que o usuário viaje de ônibus quantas vezes quiser durante o mês.

De acordo com o prefeito, o cálculo se baseou na passagem unitária (R$ 3). Por esse motivo, o valor de R$ 140 deve sofrer alguma alteração com o reajuste da tarifa, previsto para junho. “O valor será de R$ 140 tendo janeiro de 2013 como data referência”, afirmou Haddad durante o anúncio, na sede da prefeitura, no centro da capital.

Para que o programa comece a valer em novembro, o cadastro pela internet e em postos autorizados terá início no dia 15 de abril e seguirá até o dia 31 de outubro. “Ainda não sabemos em que dia exato o bilhete começará a valer”, completou o secretário de Transportes, Jilmar Tatto.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas