Câmara aprova projeto que perdoa multa por rodízio para 'bons condutores'

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Proposta, no entanto, ainda precisa passar por uma segunda discussão no plenário. Se aprovada, segue então para sanção do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad

AE
Rodízio nasceu com objetivo de diminuir trânsito

A Câmara de São Paulo aprovou, em primeira discussão, na sessão de quarta-feira (3) um projeto de lei (26/2013) que isenta “bons condutores” de multa por rodízio quando o motorista ficar mais de 12 meses sem cometer esta infração. O projeto sugere apenas uma advertência e o desconto dos pontos na carteira de motorista.

A proposta, no entanto, ainda precisa passar por uma segunda discussão e, se aprovada, segue para sanção do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. O projeto é de autoria do vereador Mario Covas Neto (PSDB-SP). De acordo com ele, muitas vezes, o condutor sabe do rodízio, mas fica impossibilitado de sair de circulação por causa de algum engarrafamento.

Leia mais: Câmara aprova lei e pode livrar morador que arrumar calçada de multa

“O motorista acaba penalizado por uma situação que lhe foge ao controle, como um engarrafamento. Isso pode impedi-lo de chegar ao seu destino antes do começo do rodízio”, disse.

Vídeo: Projeto prevê transferir para a prefeitura manutenção das calçadas em São Paulo 

Se o projeto de lei for aprovado, os pontos referentes à infração continuarão a ser descontados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), porque a alteração desta regra não pode ser feita pelos vereadores da cidade. O rodízio municipal de veículos foi criado em 1997 para diminuir os congestionamentos nas vias em horário de  pico.

Leia tudo sobre: igspcâmaraleirodízioMario Covas Netoprojetomultabons condutores

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas