Garoto é morto com disparo na cabeça por caseiro em Indaiatuba

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Menino de 13 anos morreu e rapaz de 18 foi baleado por terem invadido haras no bairro de Helvetia para nadar em uma lagoa

Agência Estado

Um adolescente de 13 anos foi morto com um tiro na cabeça e um jovem de 18 anos foi baleado na perna e nas costas na tarde desta quinta-feira (28), num haras no bairro Helvetia, na divisa entre Campinas e Indaiatuba, a noroeste de São Paulo, depois de invadirem o local para nadar em uma lagoa.

O autor dos disparos foi o caseiro do campo de criação de cavalos, Jusselio Claudio Marinho, que confessou o crime e foi preso pela Polícia Militar (PM). Marinho, de 29 anos, afirmou à PM que cinco garotos invadiram a área do Haras da Corte para nadar no lago. Os rapazes, de acordo com o caseiro do haras, entravam no local frequentemente e teriam sido advertidos por ele anteriormente.

Outros casos:
Trio confessa assassinato de adolescente em São Paulo
PMs são denunciados por morte de adolescente no RJ
Bombas e tiros da PM cegam adolescente em Paraisópolis

Nesta quinta-feira, por volta das 14 horas, os jovens voltaram a entrar no haras. Com uma espingarda calibre 12, Marinho disparou mais de uma vez contra os garotos. Segundo a PM, era 1 jovem de 18 anos e 4 com idade entre 10 e 13 anos, que moravam em bairros da periferia da região. O garoto de 13 anos morreu depois de ser atingido na cabeça. 


O jovem de 18 anos foi ferido na perna e na coluna. Ele foi internado no Hospital Municipal Doutor Mário Gatti. O jovem não corre risco de morte. A PM prendeu Marinho escondido no banheiro de sua casa, próximo do haras. Ao ser preso, ele declarou ter matado o adolescente. A arma estava escondida no terreno do haras. Os proprietários do local não foram localizados.

Leia tudo sobre: são paulohelvetiaindaiatubaadolescentes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas