Trecho da Rio-Santos continua interditado parcialmente por causa das chuvas

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Clima instável no litoral paulista deixa técnicos em alerta. Posicionamento de duto da Petrobras próximo a área de deslizamento é mais uma preocupação

Agência Brasil

Um trecho da rodovia Rio-Santos continua interditado, na altura do km 157 (Boiçucanga), em razão de quedas de barreiras que atingem a região desde domingo (17). Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o tráfego no local está sendo feito em sistema de comboio pela pista norte da rodovia, já que a pista sul segue com pontos de interdição. De acordo com o DER, não há previsão para liberação total da via.

Leia também: 
Em dia chuvoso, São Paulo registra o 2º maior congestionamento do ano
Terça-feira: Rio-Santos é parcialmente liberada após quase oito horas de interdição

No domingo (17), quando fortes chuvas atingiram o município de São Sebastião, a rodovia ficou bloqueada por 27 horas. Outra estrada, que liga os bairros Juquehy e Barra do Una, está interditada. Segundo o coordenador da Defesa Civil da cidade, Carlos Eduardo dos Santos, a chuva de ontem à noite provocou mais deslizamentos de terra nesse local.

“Estamos muito preocupados, porque quatro metros acima [da estrada] passa um duto da Petrobras e, se tiver mais chuvas, ele pode escorregar”, disse.

De acordo com ele, há risco de o duto ficar exposto, principalmente porque há previsão de mais chuvas para a tarde de hoje. “A Petrobras está verificando, mas o solo está muito encharcado. Eles não conseguem entrar com máquina porque é serra”, explica.

Mais:
São Sebastião vai pedir ajuda ao Estado para atender desabrigados pelas chuvas 
Chuva volta a atingir Cubatão e centenas de famílias continuam desabrigadas

No Morro do Esquimó, onde também há riscos de deslizamentos, a situação já se estabilizou, mas o local permanece sob monitoramento da Defesa Civil. “Nós fizemos a última vistoria às 11h”, informou.

Segundo a Defesa Civil, 97 famílias precisaram ir para a casa de parentes e amigos. Cinco famílias estão desabrigadas.

Leia tudo sobre: rodoviario-santoschuvalitoral de são paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas