Mãe de 14 anos confessa à polícia ter matado filha de oito meses em SP

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Adolescente disse aos policiais que 'deu murro' na região do ouvido e encontrou criança morta 20 minutos depois. Morte foi registrada último domingo (18) na região da Luz

Uma adolescente de 14 anos confessou à Polícia Civil que matou sua filha, de apenas oito meses, após um golpe na região do ouvido, no centro de São Paulo. A morte de R.C.L.S foi registrada pela polícia no último domingo (17), em um prédio ocupado, onde a família morava na região da Luz.

Edison Temoteo/Futura Press
Polícia Militar foi acionada após moradores tentarem agredir adolescente, no centro de SP

Durante o registro da ocorrência, no domingo, testemunhas disseram à Polícia Militar que a criança apresentava vários hematomas no rosto dias antes da morte. Os pais foram então levados ao 2º DP, do Bom Retiro, para dar esclarecimentos. Segundo a mãe, os ferimentos ocorreram após quedas da cama, carrinho e banheira, que era utilizada como berço.

O caso foi registrado no distrito como "morte suspeita" e foram pedidos laudos do Instituto Médico Legal (IML) sobre causas da morte. Em seu novo depoimento, à polícia do 77º DP, de Santa Cecília, a adolescente confirmou ter dado "um murro" e que deixou a filha sozinha para ir à reunião da ocupação do prédio. Ao voltar, teria encontrado a criança morta. A confissão gerou revolta nos moradores do prédio, que tentaram linchar o casal. E a PM precisou ser acionada. 


Leia tudo sobre: igspagressãocentro de são paulomãe mata filha

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas