Após fortes chuvas, São Sebastião decreta estado de calamidade pública

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo a Defesa Civil da cidade, mais de 600 pessoas estão desalojadas

As fortes chuvas que atingiram a região Sudeste do País causaram estragos e deixaram a cidade de São Sebastião em estado de calamidade pública. Segundo a Defesa Civil do local, pelo menos 650 pessoas estão desabrigadas e vários bairros têm ruas alagadas 

Os bairros mais atingidos pelas chuvas foram Boiçucanga, Baleia, Barra do Una, Barra do Sahy, Juqueí e Camburi e Maresias. A prefeitura colocou o ginásio de Boiçucanga à disposição da população. O temporal também causou estragos nas estradas, a Rodovia Rio-Santos teve deslizamento de terra em pelo menos sete trechos da estrada.

Caiaques e até barcos estão sendo usados no resgate de pessoas ilhadas. O prefeito deve ter uma reunião de emergência com o governador Geraldo Alckmin nesta segunda-feira para pedir apoio.

"Estou com ruas inundadas, bairros sujos, e o apoio que nós temos que dar às famílias eu não tenho condições de dar sozinho", afirmou Primazzi à Rádio CBN. "Alguns bairros estão com 100% de suas ruas alagadas. Estamos enviando as pessoas desabrigadas para o ginásio de esportes de Boiçucanga e para uma escola em Maresias. A cidade precisa de mantimentos, materiais de limpeza, colchões e cestas básicas, pois muitas pessoas saíram às pressas de suas casas e perderam tudo", relatou o prefeito.

Segundo ele, as quedas de barreiras estão dificultando a chegada de socorro aos bairros afetados. "Precisamos de mais máquinas para desobstruir as barreiras e por conta da interdição, não estamos conseguindo enviar mantimentos e assistentes sociais. Vamos torcer para que durante a madrugada ao menos meia pista seja liberada para que possamos levar ajuda aos desabrigados", completou.

* Com Agência Estado

Leia tudo sobre: CHUVASSão PauloSão Sebastiãotemporalestradas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas