Ciclista profissional morre atropelado por carro desgovernado em São Paulo

Por Agência Estado | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Hailton Pereira, conhecido como Ceará, foi atingido quando pedalava pelo acostamento na região de Bauru. Laudo da perícia determinará se motorista pode responder criminalmente

Agência Estado

O ciclista Hailton Pereira da Silva, mais conhecido como Ceará, de 48 anos, morreu atropelado por um carro na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, nesta quinta-feira (14), em Bauru, a 326 quilômetros de São Paulo. Ceará pedalava pelo acostamento num trecho urbano, quando foi atingido por um Fiat Strada desgovernado.

Outro caso: Justiça considera que motorista não teve intenção de matar ciclista em SP
Jales (SP): Polícia identifica motorista que matou três ciclistas no interior

O motorista do carro, W.B., de 19 anos, alegou ter perdido o controle do automóvel e capotado. Ceará morreu na hora. A bicicleta ficou destruída. W.B. e B.F., de 25 anos, que estava no banco do passageiro, tiveram ferimentos leves.

Ciclista tem o braço amputado em acidente na avenida Paulista

O ciclista participava de competições oficiais e representava Bauru. Ceará tinha mais de 20 anos de experiência. Mais de cem praticantes de ciclismo acompanharam o enterro de Ceará nesta sexta-feira. O cortejo seguiu do velório Terra Branca até o Cemitério do Redentor, onde ocorreu o sepultamento.

Muitos ciclistas protestaram com cartazes, cobrando mais ciclovias e segurança. A Polícia Civil aguarda o laudo da perícia técnica para decidir se o motorista do carro responderá criminalmente. O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Leia tudo sobre: ciclistaatropelamentorodoviabauru

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas