Prefeitura deve levar seis meses para fechar cratera em Moema

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Buraco de 40 metros de diâmetro foi formado durante temporal neste fim de semana. Até a conclusão da obra, a CET recomenta que os motoristas evitem a região

Agência Estado

Renato S. Cerqueira/Futura Press
Grande buraco se abriu na avenida República do Líbano, zona sul de São Paulo, por causa das fortes chuvas

A gestão Fernando Haddad (PT) informou, na segunda-feira (11), que pode demorar até seis meses para fechar a cratera na Avenida República do Líbano, em Moema, na zona sul da capital paulista. O buraco de 40 metros de extensão se formou durante o temporal do fim de semana e já complica o trânsito na região. A via está interditada entre a Rua do Gama e a Alameda Jauaperi, no sentido centro.

Segundo a Prefeitura, a laje da galeria de águas pluviais do Córrego Uberaba, que passa embaixo da via, não aguentou o excesso de chuva e desmoronou. A galeria terá de ser refeita, assim como o pavimento da avenida. Até lá, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda que os motoristas evitem a região. Os desvios são feitos pelas vias paralelas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: igspburacomoemaprefeiturachuvas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas