Pela primeira vez, Prefeitura de SP fará estação de metrô

Por Agência Estado | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Negociações já começaram com governo do Estado, mas ainda não há prazo para o início da construção. Obra ficará no Jardim Ângela, zona sul, e será o ponto final da Linha 5-Lilás

Agência Estado

Pela primeira vez desde que o Metrô passou a ser administrado pelo governo do Estado, a Prefeitura de São Paulo vai pôr dinheiro na construção de uma estação. A obra ficará no Jardim Ângela, zona sul, e será o ponto final da Linha 5-Lilás.

Migração para sistema de trilhos: Cai número de passageiros de ônibus em São Paulo

Mais tempo de viagem: Metrô de São Paulo suspende aviso de descer após destino

As negociações já começaram entre as duas esferas administrativas, mas ainda não há prazo para o início da construção. De acordo com a gestão Fernando Haddad (PT), a construção será tocada pelo próprio Metrô.

A nova extensão da Linha 5, que atualmente opera entre o Capão Redondo e o Largo 13, em Santo Amaro, terá cerca de 4 km de comprimento e três estações: Parque Santo Dias, São José e Jardim Ângela.

Atraso: Metrô de SP levaria 172 anos para se igualar ao de Londres em extensão

Veja mais notícias sobre a capital paulista no site iG São Paulo

Outro prolongamento, na ponta oposta do ramal, já está em andamento e seguirá, por túneis de 11,5 km, com 11 estações, até a Chácara Klabin. Com investimento de R$ 6,9 bilhões, o trecho deve ficar pronto em dois anos.

Leia tudo sobre: metrôigspprefeiturameio de transporte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas