Litoral de SP contabiliza 116 desalojados e 2 mortos

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Chuva que atingiu ontem a região causou os maiores estragos nos arredores de Cubatão. Segundo a Defesa Civil, em 24 horas choveu três vezes mais que a média diária do período

Agência Estado

Os deslizamentos provocados pela tempestade que atingiu ontem o litoral paulista deixaram 107 desalojados no município de Cubatão. Segundo a Defesa Civil Estadual, choveu nas últimas 24 horas na região o equivalente a 192 milímetros, um volume de precipitação três vezes superior à média diária. Uma mulher morreu arrastada ontem pela enxurrada que atingiu a Rodovia dos Imigrantes e interditou a pista no sentido São Paulo. Em São Sebastião, onde há 9 desabrigados, as fortes chuvas provocaram a morte de uma criança de 11 anos, que foi levada pelas águas de um córrego.

Leia também:
Imigrantes continua interditada para limpeza da pista após deslizamento

Entre os bairros afetados pelos deslizamentos em Cubatão estão os Cotas 95 e 200, Caminho dos Pilões, Vila Esperança, Vila São José, Vila Noé e Mantiqueira, mas a situação é mais grave na Água Fria. Os desalojados estão sendo levados para escolas públicas.

Além de Cubatão e São Sebastião, as chuvas atingiram os municípios de São Vicente, Guarujá e Ubatuba.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) sobrevoou nesta manhã a região da Baixada Santista. Equipes de técnicos do Instituto Geológico (IG) e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) avaliam os estragos provocados pela tempestade.

De acordo com a Defesa Civil, São Carlos e Ipaussu (no interior do Estado) também sofreram com as enchentes provocadas pelas chuvas.

Leia tudo sobre: chuvassão paulolitoralcubatãodeslizamentos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas