Bombeiros e fiscais municipais vão vistoriar boates na capital paulista

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Estado e prefeitura assinaram termo de cooperação nesta quinta-feira. Operação Delegada será ampliada para casas noturnas, parques e escolas

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT), assinaram um acordo nesta quinta-feira (31) para que bombeiros e agentes municipais da prefeitura atuem em conjunto na fiscalização de casas noturnas da capital paulista. Outra medida apresentada é a ampliação da Operação Delegada para casas noturnas, parques e escolas.

Leia também:
Bombeiros fazem pente fino em casas noturnas em São Paulo
Prefeitura desconhece número de casas noturnas sem alvará em São Paulo
Alckmin anuncia operação em SP para fiscalizar boates

Divulgação/Du Amorim
Alckmin e Haddad durante anuncio do acordo de cooperação para fiscalização de casas noturnas

Segundo o governo, o objetivo da parceria é prevenir acidentes como o incêndio que matou mais de 230 pessoas em Santa Maria. O termo de cooperação permitirá maior eficiência na fiscalização de casas que, por exemplo, tenham o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) vencido ou tenham descumprido os termos do regulamento de segurança contra incêndios. "Uma fiscalização conjunta é mais eficaz, traz melhores resultados, com a realização mais efetiva e proteção à vida das pessoas", destacou o governador.

O termo de cooperação assinado entre Estado e prefeitura permitirá maior eficiência na fiscalização de casas que, por exemplo, tenham o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) vencido ou tenham descumprido os termos do regulamento de segurança contra incêndios.

Esse auto é emitido pelo Corpo de Bombeiros após análise atestando que equipamentos, instalações e procedimentos de segurança estão regulares. Para boates, cinemas, casas de espetáculos e estádios, o AVCB tem validade de um ano. Vencido o prazo, uma nova vistoria tem que ser realizada. "Não pretendemos prejudicar o trabalhos dos empreendedores, é mais fiscalização e menos burocracia", afirmou Alckmin.

A parceria com as prefeituras é importante porque cabe aos municípios o poder de conceder alvarás de funcionamento e, quando for o caso, cassá-los ou autuar propriedades que estejam irregulares com relação à segurança.

Outras ações do governo e prefeitura

Alckmin já havia determinado na terça-feira a fiscalização de todas as boates em funcionamento no Estado. A operação "Prevenção Máxima" será feita pelo Corpo de Bombeiros e terá como foco inicial as casas noturnas com mais de 1 mil metros quadrados, mas vai atingir também salas de cinema, teatros e salões de clubes. O serviço vai mobilizar 300 equipes dos bombeiros. A operação começa na noite desta quarta-feira.

Já na capital paulista, Haddad acertou uma parceria com os empresários da noite paulistana durante reunião na tarde desta quarta-feira com um apelo ao diálogo e um alerta sobre as necessidades de reforçar a segurança das casas noturnas.

Leia tudo sobre: igspboatescasas noturnassão paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas