Barragem estoura e interdita rodovia Marechal Rondon, em São Paulo

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Com a rodovia interditada nos dois sentidos, o congestionamento chegou a mais de dez quilômetros no sentido interior/capital e cerca de seis quilômetros no sentido oposto

Agência Estado

Agência Estado

O estouro de uma barragem inundou as duas pistas e causou a interdição da rodovia Marechal Rondon (SP-300), uma das principais ligações entre a região metropolitana de São Paulo e o noroeste do Estado, na manhã desta quarta-feira. O acidente ocorreu por volta das 7 horas na altura do km 278, entre as cidades de São Manuel e Areiópolis.

Leia também: São Paulo enfrenta fortes chuvas nesta quarta-feira

A barragem, a última de uma sequência de três represas, fica numa fazenda à beira da estrada e não suportou o grande volume de água acumulada pelas chuvas intensas que caíam na região. Com a rodovia interditada nos dois sentidos, o congestionamento chegou a mais de dez quilômetros no sentido interior - capital e cerca de seis quilômetros no sentido oposto.

O local não oferecia opção de desvio e a concessionária Rodovias do Tietê precisou liberar o acostamento para que os veículos leves retornassem pela contramão, com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual. Bombas de sucção foram usadas para reduzir o nível da água, sem muita eficácia. Foi preciso esperar que houvesse o escoamento natural do volume que jorrou para a pista.

De acordo com a concessionária, a rodovia só foi liberada completamente ao tráfego às 16 horas desta quarta. Equipes continuavam no local no início da noite para a limpeza das pistas, que ficaram tomadas pela lama.

Leia tudo sobre: chuvarodovia marechal rondonbarragem

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas