Após 36h, linha de trem que liga São Paulo à Baixada Santista é liberada

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Empresa retirou da linha os 18 vagões que estavam descarrilados, na região de São Vicente. Acidente foi registrado da madrugada de segunda-feira (7)

Agência Brasil

A linha de trem interditada depois do descarrilamento de 18 vagões e de duas locomotivas foi liberada no início da tarde desta terça-feira (8), de acordo com a América Latina Logística (ALL), empresa que administra a estrada de ferro. O tráfego entre a cidade de São Paulo e a Baixada Santista ficou interrompido por 36 horas.

O caso: Trens de cargas se chocam e interditam ferrovia na Serra do Mar de São Paulo

O acidente ocorreu às 2h da madrugada de segunda-feira (7), próximo à cidade de São Vicente, litoral sul do estado. Agora a empresa trabalha na remoção dos vagões e da carga que ficou ao lado da estrada de ferro.

Colisão

Um trem que transportava açúcar e grãos rumo ao Porto de Santos bateu contra outro que aguardava para entrar no pátio ferroviário, no km 100 da estrada. O choque provocou o descarrilamento.

Houve um princípio de incêndio, controlado pelo Corpo de Bombeiros, mas ninguém ficou ferido. A empresa abriu sindicância para apurar as causas do acidente. A Agência Nacional de Transportes Terrestres não quis se pronunciar o caso.

Leia tudo sobre: serra do martrensacidentedescarrilamento

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas