Após mortes, parede de fábrica será escorada em Sorocaba

Desabamento de muro deixou sete mortos; escoras vão reforçar todo o entorno do edifício, que teve o telhado retirado há três meses para obras do shopping e ficou sem sustentação

Agência Estado |

Agência Estado

A construtora responsável pelo shopping Pátio Cianê vai apresentar na próxima semana projeto de escoramento das paredes da antiga fábrica de tecidos que desabou parcialmente , no último dia 20, causando a morte de sete pessoas, em Sorocaba.

Leia também:  Desabamento em Sorocaba mata sete pessoas

Sábado:  Vítimas de desabamento em Sorocaba são enterradas

As escoras vão reforçar todo o entorno do edifício, que teve o telhado retirado há três meses para as obras do shopping e ficou sem sustentação. No dia do acidente, representantes da empresa afirmaram que o escoramento não tinha sido feito, porque os técnicos consideraram desnecessário. A fábrica, construída em 1913, é tombada pelo patrimônio histórico municipal.

A parte que desabou, com dez metros de altura e quarenta de extensão, atingiu quatro carros e uma moto - veículos em que estavam as vítimas. Um homem que estava num dos veículos foi retirado com vida e se recupera dos ferimentos. De acordo com a construtora Fonseca e Mercadante, responsável pela obra, uma vistoria técnica realizada na última sexta-feira constatou que as paredes remanescentes não correm risco de ruir.

Assista ao vídeo do desabamento da parede:

O escoramento será feito como medida de segurança "para atender exigências das autoridades", segundo a empresa. Com o projeto, será apresentado um cronograma para execução. A área do desabamento será fechada com tapumes - a rua permanece interditada.

Reconstrução

O Ministério Público Estadual vai exigir a reconstrução da parede que desabou. A promotoria de Sorocaba abriu procedimento preliminar para apurar responsabilidades pelo acidente. O MPE quer saber se o prédio tombado recebia manutenção.

O uso do imóvel foi condicionado à manutenção das fachadas originais.

A fábrica Santo Antônio compunha com a Nossa Senhora da Ponte, construída em 1881, um dos principais conjuntos arquitetônico do ciclo têxtil paulista. O prédio mais antigo, que é vizinho, também está sendo restaurado para abrigar o shopping.

    Leia tudo sobre: sorocabasão paulomuroparededesabamentochuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG