Ônibus é queimado em novo ataque no interior de São Paulo

Motorista foi obrigado a parar e descer antes de o veículo ser incendiado por criminosos em Votorantim, região de Sorocaba

Agência Estado |

Agência Estado

Um ônibus do transporte público foi incendiado por criminosos no final da noite de quarta-feira (28), em Votorantim, interior de São Paulo. O motorista foi obrigado a parar e, ao descer do coletivo, foi agredido com uma coronhada na cabeça. Com este somam nove os ônibus queimados na região no período de uma semana - os outros ataques ocorreram em Sorocaba, cidade vizinha.

Leia também: Seis ônibus são incendiados em Sorocaba, no interior de São Paulo

O coletivo, da empresa São João, desembarcou passageiros no ponto final, no bairro São Lucas, às 23h30, e iniciava o percurso até a garagem da empresa, quando criminosos bateram na porta e obrigaram o motorista a parar.

Um grupo com seis pessoas invadiu o ônibus e ameaçou o motorista que, ao descer, ainda foi agredido com o revólver. Em seguida, eles espalharam um líquido inflamável e atearam fogo no coletivo.

Veja também: Noite tem três assassinatos na Região Metropolitana de São Paulo

Os bombeiros controlaram o incêndio por volta da 1h30 da quinta-feira, mas o veículo já estava totalmente destruído. De acordo com a Polícia Civil, a ação foi semelhante a outras praticadas por integrantes da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), mas também pode ter sido vandalismo.

Com base no depoimento do motorista, que precisou ser medicado após a agressão, a polícia tentará chegar aos autores do crime - um suspeito já foi identificado. Nos três ataques ocorridos em Sorocaba, oito ônibus foram queimados, mas não houve vítimas. Em um deles, os criminosos queimaram seis ônibus que estavam no pátio de uma empresa de transportes.

Desde segunda-feira, os ônibus que circulam à noite são escoltados pela Polícia Militar e Guarda Civil Municipal. Mesmo assim houve queda no número de passageiros por receio de ataques. Em reunião na quarta, a Polícia Militar e a Prefeitura de Votorantim decidiram também adotar a escolta.

    Leia tudo sobre: votorantimsorocabaônibus queimadopcc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG