Van escolar atropela e mata menino de 1 ano em Campinas

Criança saiu de casa atrás da mãe que iria trabalhar e foi atropelado por veículo. Motorista entrou em choque e tentou pular em um córrego, mas foi contida por moradores

Agência Estado |

Agência Estado

Um menino de 1 ano e 4 meses morreu atropelada por uma perua do transporte escolar, na manhã desta quarta-feira (28), em Campinas, no interior paulista. A motorista da van, que buscava crianças em uma rua estreita e sem saída do Parque São Quirino, não viu o bebê ao dar ré no veículo. A criança, Gabriel Santos, saiu de casa atrás da mãe que ia para o trabalho, quando foi atingida pelo veículo em manobra e morreu no local, segundo a Polícia Militar.

Leia também:  Bebê de 1 ano engatinha até a rua e morre atropelado em Guarulhos

O acidente aconteceu às 6h30. As crianças que estavam na perua escolar foram transferidas para outro veículo. A motorista da van, que não teve o nome divulgado, ficou em estado de choque e tentou pular em um córrego, próximo do local do acidente. Depois de contida por guardas municipais e moradores, foi levada e internada no pronto-socorro São José. No fim da tarde, ela teve alta.

A motorista pode ser indiciada por homicídio culposo (sem intenção de matar). Os pais do menino foram levados para prestar depoimento no 4º Distrito Policial (DP), onde a ocorrência foi registrada. Abalados, nenhum dos dois quis dar entrevistas. O veículo foi apreendido.

Morte em Sumaré

Em Sumaré, também no interior de São Paulo, um menino de três anos que brincava na rua morreu atropelado por um caminhão de materiais de construção, na tarde desta quarta-feira. O motorista não viu a criança, no momento em que manobrava o veículo.

A Polícia Militar informou que a mãe do menino estava no trabalho e que a vítima ficava em casa com um irmão. Nas ruas do bairro, que não têm asfalto, é comum que as crianças fiquem brincando nas vias.

O motorista tentou prestar socorro ao menino, mas foi retirado do local, após ser ameaçado por moradores. Ele foi atendido em um pronto-socorro da cidade em estado de choque. Ele pode ser indicado por homicídio culposo (sem intenção de matar). O caso foi registrado no 5º Distrito Policial de Sumaré.

    Leia tudo sobre: campinasatropelamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG