Após falha, Metrô abre edital para trocar empresa de recarga do Bilhete Único

Há duas semanas, usuários não conseguem comprar créditos em estações. Metrô orienta que passageiros busquem método alternativo de recarga, como lotéricas e bancas

iG São Paulo | - Atualizada às

O Metrô de São Paulo vai lançar nesta quinta-feira (29) dois editais de licitação para a contratação de empresas credenciadas pela SPTrans para a venda de créditos do Bilhete Único. A medida foi tomada após a  falta de atendimento da empresa Serviços Digitais aos usuários que precisam adquirir créditos para o Bilhete Único em 17 estações do Metrô.

O caso:  Falha que impede recarga de bilhete único atrapalha usuários do Metrô em São Paulo

AYRTON VIGNOLA/AE
Funcionário mexe em uma das máquinas de recarga de bilhetes na Estação Sé do Metrô, em São Paulo

Além dos pontos nas 17 estações do Metrô onde a Serviços Digitais tem a concessão da venda de créditos em guichês e também em equipamentos de autoatendimento, quem vencer a licitação assumirá as vendas que estão sob a responsabilidade da Serviços Digitais em outras estações onde a venda é conjunta com outras concessionárias.

Ne nota, o Metrô orienta os passageiros para realizar suas recargas em outras 46 estações metroviárias, casas lotéricas, bancas de jornais e demais estabelecimentos comerciais credenciados. 

As estações com problemas, segundo nota enviada pelo Metrô, são: Ana Rosa, Vila Mariana, Santa Cruz, Praça da Árvore, Saúde, São Judas, Tucuruvi, Parada Inglesa, Jardim São Paulo-Ayrton Senna, Santana e Armênia (Linha 1-Azul) e Corinthians-Itaquera, Artur Alvim, Patriarca, Guilhermina-Esperança, Vila Matilde e Penha (Linha 3-Vermelha). Mas a reportagem constatou que cabines das Estações Brigadeiro, Consolação e Vila Madalena, da Linha 2-Verde, também estão inoperantes.

Passageiros reclamam que, sem lugar para recarregar o bilhete nessas estações, as pessoas precisam sair de seus percursos diários para comprar créditos em outros lugares. Mas a queixa principal é de que, na correria diária, o passageiro acaba comprando bilhetes de papel nas estações do Metrô. Essas passagens não dão direito ao desconto nem às gratuidades quando parte da viagem é feita de ônibus.

    Leia tudo sobre: Metrôbilhete únicosptrans

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG