Corpo de menino que morreu afogado em piscina de escola é enterrado em SP

Velório e enterro de Bernardo Gonçalves, de 4 anos, foram realizados nesta manhã no Cemitério Parque Jaraguá. Ele se afogou ontem (26) na escola durante a aula de natação

iG São Paulo |

Reprodução
Bernardo Gonçalves, de 4 anos, com os pais. Ele morreu afogado na segunda (26)

O corpo do menino de quatro anos, que morreu afogado na segunda-feira (26) na piscina de uma escola particular, foi velado e enterrado no cemitério Parque Jaraguá, na zona oeste de São Paulo. O acidente ocorreu durante uma aula de natação com 14 crianças no Centro Educacional Brandrão (CEB), em Moema, na zona sul da capital. A cerimônia foi realizada nesta manhã, por volta das 11h.

Mais:  Polícia investiga se houve negligência em escola após morte de menino

A Polícia Civil ainda investiga as causas do acidente. Investigadores foram enviados ao local e apuram se houve negligência no colégio . Segundo os agentes, 14 crianças participavam da aula na hora do afogamento do menino Bernardo Gonçalves. Todas estariam com boias de braço. Ao final da aula, elas teriam saído da água para fazer outra atividade. Quando voltaram para a piscina, Bernardo já estaria sem a boia e afogando.

O caso: Menino de 4 anos morre afogado em piscina de escola em SP

Em depoimentos à policia, os professores não teriam visto o momento que o menino caiu na piscina. A professora e sua assistente foram indiciadas por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Na delegacia, as duas pagaram R$ 10 mil de fiança cada para responder ao processo em liberdade.

O menino era filho de um juiz e de uma funcionária do Ministério Público. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu. A escola, para crianças de 0 a 15 anos, é considerada de alto padrão e tem mensalidades que custam entre R$ 2 mil e R$ 3 mil.

    Leia tudo sobre: afogadoCEBmoemainvestigaçãoenterro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG