Idoso morre atropelado durante ataque a ônibus em São Paulo

Passageiro armado assumiu a direção do coletivo e depois a abandonou. Ônibus seguiu para uma calçada e atingiu homem de 64 anos

Agência Estado |

Agência Estado

Uma pessoa morreu atropelada por um ônibus e duas ficaram feridas durante um protesto no qual dois coletivos foram atacados na região da Vila Brasilândia, na zona norte de São Paulo, na noite desta segunda-feira (5).

Leia também:  Noite violenta em São Paulo deixa ao menos 6 mortos e 5 feridos

O atropelamento ocorreu por volta das 20h na Rua Santa Cruz da Conceição após um passageiro armado render o motorista, assumir o volante e, na ladeira, abandonar o veículo, prefixo 1 1719, da Viação Santa Brígida, que fazia a linha 8528 (Jardim Guarani - Praça do Correio).

Os passageiros, o motorista e o cobrador já haviam saído do coletivo quando o criminoso abandonou a direção. O veículo, segundo a polícia, atingiu também uma moto, um bar, uma loja e um poste da Eletropaulo, que caiu sobre o ônibus. Raimundo do Nascimento, de 64 anos, estava na calçada quando foi atropelado, morrendo no local.

Praticamente no mesmo horário, várias pessoas, uma delas armada, invadiram outro ônibus da Viação Santa Brígida na altura do nº 2.300 da Avenida Deputado Cantídio Sampaio, na mesma região do acidente. O coletivo, prefixo 1 1707, que fazia a linha 957T (Cohab Taipas - Itaim Bibi), ficou totalmente destruído ao ser incendiado pelo grupo.

Apedrejamento

Entre a tarde e a noite, dois ônibus da Viação Sambaíba, das linhas 971D (Jardim Damasceno - Metrô Santana e 971R/42 (CDHU Voith - Metrô Santana) já haviam sido apedrejados na Avenida Deputado Cantídio Sampaio, também na mesma região onde ocorreram os ataques aos coletivos da Viação Santa Brígida, ambos registrados no 72º Distrito Policial, de Vila Penteado.

Os ataques aos coletivos teriam sido motivados pela morte de um motoqueiro na noite de domingo (4). O suspeito foi abordado e perseguido por policiais militares do 18º Batalhão. Ao sofrer um acidente durante a fuga, o rapaz quebrou o pescoço e morreu. A revolta de supostos moradores aumentou com a demora na retirada do corpo, que ficou no local durante toda a manhã desta segunda-feira (5).

Grande ABC

Por volta das 22h, um ônibus da Viação Humaitá foi incendiado durante a ação de pelo menos três desconhecidos na Avenida Queirós Filho, na Vila Suíça, em Santo André. Passando-se por passageiros, dois homens, em um ponto de ônibus, deram sinal. Assim que o veículo parou, os dois criminosos, um deles armado, entraram e ordenaram que todos descessem. Um terceiro bandido então surgiu com combustível e incendiou o coletivo.

Não houve feridos. Nem a Polícia Militar nem a Polícia Civil haviam recebido informação sobre o suposto motivo do ataque, que foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG