PM faz operação com 500 agentes na favela de Paraisópolis

Grupo de militares busca pontos de tráfico de drogas e suspeitos de furtos e roubos na capital. Além disso, operação Saturação busca apreender armas e entorpecentes

Agência Estado |

Agência Estado

Pelo menos 500 policiais militares voltaram a executar, desde a madrugada desta segunda-feira, a operação Saturação - de combate ao crime - na favela de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo. Ainda não há informações sobre presos ou detidos.

Entenda:  PM de São Paulo prende 61 suspeitos no 1º dia da operação Saturação

A Secretária de Segurança Pública (SSP) não confirma a relação entre a operação e a série de assassinatos que acontecem em toda a região metropolitana nas últimas semanas. De acordo com o órgão, a ação deve aumentar a sensação de segurança dos moradores da região.

Quinta madrugada seguida de violência em SP tem oito mortos e três feridos

A secretaria diz ainda que a operação deve continuar nos próximos dias e não especifica a data de retirada das tropas. A região de Paraisópolis tem cerca de 80 mil habitantes. O grupo de militares busca pontos de tráfico de drogas, além da identificação e prisão dos principais autores de furtos e roubos.

De acordo com a PM, os agentes também devem apreender armas e entorpecentes. No início do mês, a operação Saturação, executada em vários pontos da região metropolitana de São Paulo e na Baixada Santista, prendeu em flagrante 61 suspeitos .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG