Empresário é perseguido e atacado a tiros na região do Morumbi

Polícia não sabe se Cláudio Almeida, de 61 anos, foi vítima de tentativa de assalto ou se criminosos tentavam executá-lo; ele tinha mochila com R$ 20 mil que não foi levada

Agência Estado |

Agência Estado

O empresário Cláudio Hernandez Marques de Almeida, de 61 anos, foi perseguido e atacado a tiros por bandidos, no início da noite desta terça-feira (23), na região entre os bairros do Itaim Bibi e Morumbi, na zona sul da capital paulista. Não se sabe ainda se Almeida foi vítima de tentativa de assalto ou se a única intenção dos criminosos era realmente matar o empresário.

Leia mais:  Polícia prende taxistas acusados de transportar maconha para traficantes

Ao volante de um Mercedes-Benz preto, o empresário foi abordado na avenida Presidente Juscelino Kubitschek, na Vila Nova Conceição, região do Itaim Bibi, por pelo menos dois homens em um Santana Quantum verde. Neste local, os criminosos bateram contra o veículo da vítima, que não parou.

A perseguição se estendeu por cerca de 4 km , até a esquina da rua Puréus com a rua Circular do Bosque, ao lado do Parque Alfredo Volpi, no Jardim Guedala, região do Morumbi, onde Almeida teve novamente o Mercedes atingido pela Quantum e foi baleado três vezes, em um dos braços e em uma das mãos. Socorrido inicialmente no Hospital São Luiz, Cláudio foi transferido para o Hospital Albert Einstein, onde permanecia internado, segundo a Polícia Civil.

Entre os objetos encontrados dentro do carro do empresário havia uma mochila com R$ 20 mil. O dinheiro não foi levado. A polícia não informou ainda qual a origem nem o destino do valor que era transportado pela vítima. O Mercedes teve o retrovisor esquerdo arrancado, o bico dianteiro esquerdo amassado pelos duas colisões e o vidro lateral do motorista perfurado por tiros.

Os dois criminosos permanecem foragidos. O caso foi registrado no 34º DP, da Vila Sônia.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG