Ato 'Existe Amor em SP' lota Praça Roosevelt

O movimento se diz apartidário e fez a convocação pelas redes sociais em ato por uma cidade mais solidária e livre de preconceitos; gestão de Kassab virou alvo

iG São Paulo |

O ato público "Existe Amor em SP", convocado pelas redes sociais, lotou neste domingo a recém-inaugurada Praça Rousevelt.  A recomendação era para que o público comparecesse vestido de cor de rosa por uma cidade mais solidária, livre de preconceitos e intolerância. O movimento se autodeclara apartidário mas, no primeiro turno, escolheu como o alvo o candidato a prefeito Celso Russomanno (PRB). Desta vez, as críticas recaíram sobre a gestão de Gilberto Kassab.

Rio: Vestidos de Barbosa, manifestantes fazem caminhada na orla: 'Valeu, STF'

Futura Press
Praça Roosevelt foi palco do ato 'Existe Amor em SP' neste domingo

O evento sofreu uma intervenção da Guarda Civil Metropolitana (GCM), mas depois foi liberado. O ato político-social teve início às 14h e conta com a presença de revelações musicais marcadas por discursos sobre militância e igualdade social.

Além dos jovens de todas as tribos que estão embalados pela programação, podem ser vistos pela multidão os famosos Juliano Cazarré - o Adauto da novela "Avenida Brasil" -, Paulo César Pereio e Daniel Alvin. O clima é tranquilo de acordo com a Polícia Militar. Até às 18h a corporação não havia registrado nenhuma ocorrência no local.

A CET informa que não há vias interditadas na região, mas recomenda aos motoristas que evitem as ruas Caio Prado, Martinho Prado e a Consolação pelo excesso de pedestres que acompanham a série de shows que compõem o ato.

Neste domingo se apresentam artistas como Criolo, Emicida e Gabi Amarantos. Também confirmaram presença as revelações Karina Buhr e Thiago Pethit.

*Com Agência Estado

    Leia tudo sobre: GERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG