Dois PMs são mortos a tiros em diferentes regiões de São Paulo

Assassinatos ocorreram na zona leste e na região central da capital na noite de quinta-feira (18). Pela manhã do mesmo dia, um agente da Rota foi baleado em São Bernardo

iG São Paulo |

Dois policiais militares foram mortos em regiões diferentes de São Paulo na noite desta quinta-feira. Os crimes ocorreram na zona leste e na região central da capital.

O primeiro caso aconteceu por volta das 20h30 na rua Maurici Moura, no bairro de Arthur Alvim, na zona leste, onde um PM foi morto a tiros por dois criminosos. Osvaldo Piedade, de 44 anos, foi atacado às 19h30 por ocupantes de um Gol prata. 

Outro caso:  Mais um PM de folga é executado na zona sul de São Paulo

Edu Silva/Futura Press
Agente do Departamento de Homicídio da Polícia Civil realiza perícia em bar no centro de SP

Após ser baleado na barriga, na virilha e em uma das pernas, o soldado ainda foi atropelado pelos criminosos, que passaram por cima de suas pernas. Mesmo encaminhada pelos bombeiros para o Hospital Santa Marcelina, a vítima morreu durante a madrugada.

A PM informou também que o soldado estava afastado havia 10 anos da corporação por problemas psiquiátricos e que, em razão do tempo de afastamento superior a dois anos, ganhou direito à aposentadoria. O homicídio foi registrado no 65º DP, de Artur Alvim.

Leia mais sobre ataques à polícia

A outra ocorrência foi registrada em um bar, próximo ao Anhangabaú, no centro, por volta das 22h30. Um homem invadiu o local e matou um policial a tiros. Uma pessoa ficou ferida. Bandidos continuam foragidos e ninguém foi preso.

Grande SP

Um soldado da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), identificado pela Polícia Militar (PM) como Daniel, trocou tiros com dois homens que teriam tentado assaltá-lo por volta das 6h de quinta-feira (18) na Estrada Sadae Takagi, no bairro da Cooperativa, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

O soldado passou por cirurgia e não corre risco de vida. Um dos suspeitos morreu e o outro está internado no Hospital Anchieta em estado grave. De acordo com a Rota, Daniel estaria parado em sua moto quando os dois homens chegaram em outra moto e teriam anunciado o assalto. O soldado reagiu e houve troca de tiros, quando os três acabaram baleados.

Daniel foi atingido com um tiro no braço e dois no abdômen, passou por cirurgia, teve um rim retirado, mas passa bem. O caso foi registrado no 8º DP, mas será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


    Leia tudo sobre: pm mortoataquesapoliciaviolênciasão bernardorota

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG