Suspeita de explosivo tumultua delegacia em São Paulo

Gate foi acionado na noite de segunda-feira para verificar o artefato deixado no 91º DP. Grupo explodiu o objeto e verificou que houve alarme falso

iG São Paulo | - Atualizada às

Depois de uma mulher levar um pacote para o 91º Distrito Policial (DP), na Rua Doutor Gastão Vidigal, Vila Leopoldina, na zona oeste de São Paulo, suspeitando se tratar de uma bomba, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), da Polícia Militar (PM), foi chamado e descobriu ser apenas presentes que a portadora do pacote havia dado ao ex-namorado. A atualização da informação foi dada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Mais: Gate é acionado para detonar falsa bomba deixada em delegacia de Barueri

A mulher que levou o pacote disse que o recebeu com uma fita preta e sem remetente, com a inscrição "frágil". Por achar que fosse algo explosivo, se dirigiu à delegacia. O Gate foi acionado e explodiu o objeto. Dentro havia livros, folders de igreja, relógios e CDs, materiais que a portadora do pacote havia dado ao ex-namorado. Ela retomou o objetos que ficaram intactos com a explosão.

*com AE

    Leia tudo sobre: falsa bombagatedelegaciasão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG