Criança é mordida por morcego em bufê infantil no interior de São Paulo

Morcego estava dentro de uma piscina de bolinhas. Outras 17 crianças e três funcionários tiveram de tomar vacina antirrábica

Agência Estado |

Agência Estado

A Secretaria de Saúde de Campinas, no interior de São Paulo, convocou, na segunda-feira (15), 17 crianças, com idades variando de 9 a 10 anos, além de três funcionários de um bufê infantil para tomar vacina antirrábica depois que um menino de nove anos foi mordido no tornozelo por um morcego, na tarde da última sexta-feira (12). O morcego estava dentro da piscina de bolinhas, na área de recreação do bufê. Todos os que entraram no brinquedo, incluindo até mesmo adultos, deverão tomar a vacina.

Uma das preocupações é a transmissão da raiva. "Se o morcego tiver raiva, a consequência é a morte. Quando os morcegos apresentam hábitos fora do comum, como por exemplo voar durante o dia, é porque estão doentes", explica a médica veterinária e coordenadora da aérea técnica de zoonoses do Departamento de Vigilância e Saúde de Campinas, Andrea Von Zuben.

Andrea alerta ainda para os cuidados que se deve ter em uma situação dessas. "É importante que as pessoas não toquem em hipótese alguma em um morcego. Se um cachorro, gato, ou animal de estimação entrar em contato com um, o ideal é que se busque qualquer serviço de saúde o mais rápido possível".

Uma das funcionárias do bufê conseguiu capturar o morcego, que foi levado, dentro de um recipiente de vidro, para o Instituto Pasteur, na Capital, onde deverá ser determinada a qual espécie pertence. Os responsáveis pelo bufê afirmam que o brinquedo onde o morcego foi encontrado passou por uma higienização na quinta-feira (11).

    Leia tudo sobre: morcegoraivabufê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG