Avião quebrado é retirado da pista de Viracopos

De acordo com a Infraero, a pista só será liberada para pousos e decolagens após avaliação técnica das condições do pavimento

iG São Paulo | - Atualizada às

O cargueiro MD11 da Centurion Cargo que interditava a pista do aeroporto de Viracopos em Campinas (SP) foi retirado no final da tarde de hoje (15). A aeronave teve o trem de pouso destruído durante a aterrissagem ocorrida às 19h55 de sábado (13/10), o que provocou a interdição da pista e o cancelamento de 450 voos.

Entenda: Aeroporto de Viracopos segue interditado por cargueiro em Campinas

Segundo a Infraero, a pista será liberada somente após uma avaliação técnica das condições do pavimento. Foram cancelados mais de 400 voos previstos para pousar ou decolar do aeroporto desde a noite de sábado, quando houve o incidente.

Responsável por 95% dos voos em Viracopos, a Azul Linhas Aéreas é a empresa mais prejudicada pela interdição da pista. A Azul afirmou que os atrasos só devem ser eliminados entre quarta e quinta-feira. Acompanhia pede que os passageiros, antes de irem ao aeroporto, verifiquem no site da empresa se o voo não foi cancelado. Em caso positivo, o passageiro deverá entrar em contato com a companhia aérea.

Leia também:  Azul tenta decolar em Viracopos, mas Anac proíbe

A Infraero e a Centurion iniciaram os trabalhos de remoção da aeronave da pista ainda na noite de sábado. A empresa norte-americana passou a manhã de domingo (14) fazendo a retirada da carga de 67 toneladas de componentes eletrônicos. A demora para a remoção, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), decorreu da complexidade da operação, já que a aeronave danificada pesa 130 toneladas e tem 19 toneladas de combustível.

(Com informações da Agência Brasil e da Agência Estado)

    Leia tudo sobre: viracoposaeroportopistainterditado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG