Empresa de segurança foi invadida no último domingo na zona oeste de São Paulo. Segundo a polícia, vigia passou informações sobre funcionário para criminosos

A Polícia Civil de São Paulo recuperou, nesta quinta-feira (27), em uma praça no bairro Bandeiras, em Osasco, na Grande São Paulo, 16 espingardas calibre 12 roubadas de uma empresa de segurança no Butantã, na zona oeste da capital, no último domingo (23). Segundo a polícia, apenas uma as espingardas levadas durante o ataque ainda não foi recuperada. 

Prisões: Polícia prende vigia suspeito de facilitar roubo a empresa de vigilância em SP

Armas apreendidas pela polícia após prisão de suspeitos de participação no crime
Divulgação/Deic
Armas apreendidas pela polícia após prisão de suspeitos de participação no crime

A apreensão ocorreu após as prisões de dois envolvidos  nesta terça-feira. “Nesses dois dias verificamos dezenas de locais. Ficou difícil para os envolvidos continuarem armazenando os armamentos”, disse o delegado Márcio Martins Mathias, titular da 6ª Patrimônio.

Os policiais também recuperaram 11 revólveres. O material estava abandonado na praça que fica na rua Rubens Capp. Os armamentos foram colocados em sacos de plásticos e deixados junto a uma árvore. As apreensões ocorridas na terça-feira e hoje totalizam 35 armas.

Os policiais que investigam o caso descobriram que um vigilante da empresa ajudou no roubo.  Carlos de Oliveira Magalhães também foi presos e Douglas Maia da Silva e Eudes Cristiano do Amaral são procurados.

Fachada da empresa que foi assaltada na zona oeste de São Paulo, no domingo
AE
Fachada da empresa que foi assaltada na zona oeste de São Paulo, no domingo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.