Dia Mundial Sem Carro é celebrado com protestos e atrações culturais em SP

Movimentos sociais incentivam escolha do transporte público para locomoção pelos centros urbanos. Em São Paulo, "praia na Paulista" e "vaga viva" são algumas das atrações

iG São Paulo |

Luiz Claudio Barbosa/Futura Press
Movimentos tentam estimular a troca do meio de locomoção pelos centros urbanos do País

O Dia Mundial Sem Carro é comemorado neste sábado (22) em São Paulo. A data, celebrada todo o dia 22 de setembro, busca incentivar as pessoas a escolher o transporte público para se locomover pela cidade. Entre as diversas medidas e atrações, a SPTrans anunciou o reforço da frota das linhas que atendem a capital com mais 110 ônibus.

2011:  Dia Mundial Sem Carro mobiliza 2047 cidades em 42 países

O número de coletivos representa aumento de 1% em comparação à quantidade em circulação aos sábados. Conforme informações da companhia, a frota total de ônibus na capital é composta por 15 mil coletivos, número de veículos que vai para as ruas apenas durante os horários de pico.

Aos finais de semana e feriados, a quantidade de coletivos em circulação diminui, podendo chegar em 70% desse total aos sábados - 10.500 ônibus - e em 50% aos domingos e feriados - 7.500 ônibus. Todas as linhas reforçadas têm como destino a região central ou polos de interesse da capital paulista.

Ano passado:  Veja imagens do Dia Mundial Sem Carro no País

A mobilidade é uma questão central em todas as cidades do mundo – está diretamente ligada ao acesso à cidade e aos serviços públicos, ao meio ambiente e à saúde da população. Segundo os organizadores, frente aos congestionamentos, inadequação de calçadas e danos à saúde e ao meio ambiente a adesão à campanha se ainda torna urgente.

Veja as manifestações programadas para hoje:

Praia na Paulista

Grupos e entidades se reúnem para a realização de oficinas e ações de protestos promovendo a reflexão sobre o aproveitamento do espaço urbano. As atrações estão marcadas para acontecer na praça do Ciclista, altura do número 2.450, entre 8h e 18h.

Segundo os organizadores a avenida Paulista, no centro, será utilizada como praia. Os manifestantes podem trazer cadeiras e instrumentos musicais. Confira a programação completa (clique aqui)

Vaga Viva

As vagas de estacionamento da região da Paulista serão utilizadas para atividades de lazer e convivência entre as pessoas. A ideia é provocar reflexão sobre a relação entre a cidade e o automóvel. O evento também ocorre praça do Ciclista das 8h às 18h. 

Ciclofaixas

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) irá oferecer todas as ciclofaixas de lazer no sábado em caráter excepcional. São 72 km de ciclofaixas que funcionarão das 7h às 16 h. Por conta da programação especial, a CET recomenda aos motoristas que evitem a região de ativação das ciclofaixas. No domingo, as ciclofaixas também irão operar normalmente. 

Endereços das Ciclofaixas

- Ciclofaixa da Zona Sul/Oeste. Ela liga os parques das Bicicletas, do Ibirapuera, do Povo, Villa-Lobos, Avenida Chedid Jafet, Rua Funchal, Avenida Eng. Luís Carlos Berrini e Avenida Jornalista Roberto Marinho (até o futuro Parque Clube do Chuvisco). São 45 Km.

- Ciclofaixa de Lazer da Zona Norte possui 8 km de extensão (4 km em cada sentido). Ela liga a Praça Heróis da F.E.B. a Estação Parada Inglesa do Metrô.

- Ciclofaixa de Lazer da Zona Leste, 14 km de extensão (7 km em cada sentido). Ela foi implantada na avenida Gov. Carvalho Pinto onde está situado o Parque Linear Engº Werner Zulauf - Tiquatira, passando também pelas Avenidas Dom Hélder Câmara e Calim Eid.

- Ciclofaixa de Lazer Paulista, com 5 km de extensão (2,5 km em cada sentido), ligando a Rua da Consolação à Praça Osvaldo Cruz, com ocupação da faixa junto ao canteiro central nos dois sentidos.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG