Pichador é condenado a pagar R$ 4 mil no interior de São Paulo

Jovem de 20 anos foi apanhado ainda com as mãos sujas de tinta por integrantes da Guarda Civil Municipal de São Roque, após pichar muro de escola de educação infantil

Agência Estado |

Agência Estado

Um jovem de 20 anos foi condenado a pagar R$ 4 mil por ter pichado os muros de uma escola de educação infantil em São Roque (SP). A sentença, divulgada nesta quarta-feira (19), foi dada pela Justiça local e ainda cabe recurso.

Leia também: Lei contra pichação barra venda de spray a adolescentes

Apichação ocorreu em novembro de 2010 e o rapaz foi apanhado ainda com as mãos sujas de tinta por integrantes da Guarda Civil Municipal. Em seu poder, os guardas apreenderam uma garrafa com tinta e dois rolos usados. Ele acabou confessando o crime e foi indiciado em inquérito por dano a patrimônio.

Com base em orçamento da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, a prefeitura apresentou ao pichador uma conta de R$ 2,9 mil, mas ele não pagou. O caso foi levado à Justiça que reconheceu o direito do poder público de ser indenizado pelo dano causado ao seu patrimônio.

O jovem foi condenado a pagar R$ 3,2 mil, mas juros de 1% ao mês desde a data da pichação e, ainda, honorários advocatícios fixados em R$ 400, além das custas processuais, fez a conta chegar aos R$ 4 mil. Procurada nesta quarta-feira, a família do rapaz não deu retorno à reportagem. A prefeitura informou que a ação foi movida para desestimular o vandalismo contra bens públicos.

    Leia tudo sobre: pichaçãovandalismosão roqueindenização

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG