Incêndio em favela deixa morto e 300 desabrigados no centro de São Paulo

Fogo durou 1h30 e destruiu pelo menos 80 barracos na Favela do Moinho. Por causa da intensidade das chamas, a circulação de trens nas linhas 7 e 8 foi interrompida

iG São Paulo | - Atualizada às

Um incêndio de grande porte atingiu a Favela do Moinho no centro de São Paulo. O fogo, segundo o Corpo de Bombeiros, começou por volta das 7h e só foi controlado às 8h30. Uma pessoa morreu e 80 moradias foram destruídas. Esse é o segundo incêndio que atinge a comunidade . No dia 22 de dezembro do ano passado, duas pessoaa morreram e mil ficaram desabrigadas. 

O incêndio: Incêndio em favela deixa morto e 300 desabrigados no centro de São Paulo
Crime:  Polícia prende suspeito de iniciar incêndio na Favela do Moinho em São Paulo
Estragos: Viaduto atingido por incêndio em SP é interditado por tempo indeterminado 

Gabriela Bilo/Futura Press
Moradores ajudam bombeiros em incêndio no centro de SP; é a 2ª vez que comunidade é destruída

O incêndio desta manhã, segundo os bombeiros, concentrava-se na rua Doutor Elias Chaves, altura do número 20, no bairro Santa Cecília. No total, equipes da Defesa Civil, Eletropaulo, responsável pelas ligações elétricas, e 20 viaturas da corporação foram enviadas ao local. A vítima foi identificada como Damião Melo

Relembre o incêndio do ano passado:

'Só peguei os documentos e nossos filhos', diz morador de favela incendiada
Grupo de favela incendiada contabiliza moradores
Vizinhos ajudam moradores que perderam tudo em favela
Solidariedade e tristeza no Natal da favela incendiada em SP

Aproximadamente 70 bombeiros trabalharam no combate às chamas e contam com a ajuda de moradores. Houve tumulto no local, moradores tentavam retirar pertences dos barracos que não foram afetados pelo fogo. Segundo a Defesa Civil, ao menos 80 barracos foram atingidos deixando aproximadamente 300 pessoas desabrigadas.

Policiais prenderam um homem acusado de ter começado o incêndio. Fibelis Melo de Jesus, conhecido como Eliete, vivia uma união homoafetiva com Damião Melo.

O tempo seco e o calor tem agravado a ocorrência de incêndios na capital. Segundo um balanço do Corpo de Bombeiros, neste ano, ocorreram pelo menos 68 incêndios em moradias populares nas favelas da capital paulista. Trinta e três incêndios foram de grandes proporções.

Trânsito e trens

A Linha 8-Diamante da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que corta a comunidade, teve seu funcionamento interrompido. Segundo a companhia, os trens não circularam entre as estações Julio Prestes e Barra Funda. Já na Linha 7-Rubi, as composições trafegaram até a estação Barra Funda. Passageiros devem fazer transferência pelo Metrô. A situação foi normalizada no fim da tarde

A região do viaduto Engenheiro Orlando Murgel foi interditado por tempo indeterminado pela Prefeitura de São Paulo. Técnicos da Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb) realizaram uma vistoria preliminar dos danos causados pelo incêndio e foi constatada a necessidade de manter o local interditado até que seja feita uma avaliação técnica mais detalhada.

Os motoristas que utilizam a avenida Rio Branco, sentido centro, deverão seguir pelas ruas Norma, Pieruccini Giannotti e Sérgio Tomás. No sentido bairro, deverão utilizar a avenida Duque de Caxias.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG