Incêndio destrói 285 barracos e deixa 1.140 desabrigados em São Paulo

Trinta viaturas dos bombeiros foram ao local combater o incêndio em favela no Campo Belo, na zona sul da capital. Pelo menos quatro pessoas foram atendidas pelas equipes de socorro

iG São Paulo | - Atualizada às

Um incêndio de grandes proporções destruiu pelo menos 285 barracos de uma favela conhecida como "Morro do Piolho", no cruzamento das ruas Cristóvão Pereira e Xavier Gouveia, próximo a avenida Jornalista Roberto Marinho, na região do Campo Belo, na zona sul de São Paulo. Pelo menos quatro vítimas, duas com intoxicação, uma com fratura na perna e uma com queimaduras de 1º grau, foram atendidas e encaminhadas a hospitais da região.

Depoimento: 'Só estou com a roupa do corpo, minha filha e meu marido', diz moradora

AE
Morador deixa área incendiada de favela da zona sul de São Paulo, nesta segunda-feira

De acordo com levantamento da Defesa Civil municipal, 4,5 mil m² de 12 mil m² da favela foram atingidos pelo fogo. Pelo menos 285 moradias foram atingidas, deixando pelo menos 1.140 pessoas desabrigadas. O fogo foi controlado e no início da noite mais de 70 bombeiros trabalhavam no rescaldo do incêndio.

Segundo o Corpo de Bombeiros, acionado às 14h44, 30 viaturas, com mais de 90 agentes, foram deslocadas para o local. Moradores ajudaram os bombeiros com auxílio de mangueiras e baldes com água. A favela fica a cerca de três quilômetros do aeroporto de Congonhas que, segundo a Infraero, não sofreu consequências de operação em função da fumaça. 

Renato S. Cerqueira/Futura Press
Moradores deixam barracos e observam as chamas que tomaram conta da favela, nesta segunda-feira, em São Paulo

Rio Grande do Sul:  Incêndio mata três irmãos e atinge 20 casas em Caxias do Sul

As primeiras informações indicam que o fogo iniciou em um lixão, no centro da favela, e o  tempo quente e seco que atinge São Paulo deve ter contribuído para a propagação de chamas. A Defesa Civil municipal encaminhou a base móvel para a comunidade para dar apoio aos desabrigados. 

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o cruzamento entre as ruas Cristóvão Pereira e Xavier Gouveia foi interditado para o trabalho dos bombeiros. Além das duas ruas, também foram bloqueados o acesso da avenida Washington Luis para a avenida Jornalista Roberto Marinho, bem como a própria avenida Jornalista Roberto Marinho, sentido Marginal Pinheiros, para o trabalho dos bombeiros.

Acompanhe o trânsito na cidade de São Paulo .

A Polícia Militar acompanhou a ocorrência e o caso deve ser registrado no 5º Distrito Policial. Esse é o quinto incêndio em favelas da capital em 20 dias. Segundo os bombeiros, foram registrados pelo menos 32 incêndios em favelas no Estado de São Paulo neste ano. Em 2011, foram 79 incêndios. Em um balanço divulgado nesta segunda-feira, o Corpo de Bombeiros ainda computa 130 incêndios em 2008; 122 incêndios em 2009; e 91 em 2010.

Outro incêndio

Outro incêndio também foi registrado, por volta das 14h30 desta segunda-feira, pelo Corpo de Bombeiros na altura do número 456, na Vila Mariana. Segundo os bombeiros, as chamas destruíram parte de uma edificação comercial. Três viaturas foram enviadas para o local. Nenhuma pessoa ficou ferida.

Incêndios recentes em São Paulo:
Dia 28: Incêndio atinge barracos e moradores protestam em São Paulo
Dia 23:  Incêndio destrói 95 moradias em deixa 600 pessoas desabrigadas em São Paulo
Dia 18: Bombeiros e moradores controlam incêndio em favela da zona sul de SP
Dia 17: Barracos pegam fogo em favela da zona oeste de São Paulo
Dia 17: Incêndio atinge ferro-velho na zona norte de São Paulo

* Com AE

    Leia tudo sobre: incêndiofogobombeirosfavela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG