"É lamentável", diz advogado sobre vazamento de fotos de Matsunaga morto

Imagens do corpo do empresário esquartejado foram divulgadas na internet. Fotos seriam as mesmas dos autos do processo, que não foi colocado em segredo de Justiça

iG São Paulo | - Atualizada às



A divulgação na internet de imagens do empresário Marcos Matsunaga esquartejado gerou protestos do advogado de Elize Matsunaga, acusada do assassinato do marido , em 19 de maio, no apartamento onde os dois moravam, na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo.

Futurapress
Corpo de Marcos Kitano Matsunaga foi esquartejado. Mulher confessou o crime

Leia também: 
"Era como se não tivesse acontecido nada", diz babá de Elize Matsunaga
- Novo pedido de liberdade a Elize Matsunaga é negado

Nas imagens divulgadas por sites ou em um documento em PDF, as partes do corpo do empresário esquartejado são mostradas em sacos plásticos e em uma mesa cirúrgica, após serem levadas para a perícia. Segundo o advogado de defesa de Eliza, Luciano Santoro, essas imagens fazem parte dos autos do processo.

"Essas imagens são lamentáveis. Fiquei sabendo hoje mesmo pela própria imprensa. Elas fazem parte dos autos, que são públicos", afirmou.

Outro caso:  Imagem divulgada de menina morta no Hopi Hari pode gerar processo

Segundo o advogado, qualquer pessoa pode ter tido acesso a essas imagens, já que o processo não foi colocada em segredo de Justiça. "A acusação, representada pelo dr. D'Urso, pediu o sigilo dos autos e isso foi negado pelo juiz. Com isso, qualquer pessoa poderia ter acesso a essas imagens".

Luciano se mostrou revoltado com a publicação, que, segundo ele, não mudará em nada os rumos do processo e ainda causarão mais desconforto para a família já abalada pelo crime. "É lamentável esse tipo de publicação. Se eu pudesse, me manifestaria contra em alto e bom som. Isso não tem relevância alguma e não ajuda em nada a apuração do caso. Só consigo pensar na família do falecido. Isso é definitivamente um prejuízo à memória do sr. Marcos", afirmou. 

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo ainda apura o vazamento das imagens e não se pronunciou se alguma medida será tomada.

    Leia tudo sobre: Marcos MatsunagaElize Matsunagacrimeesquartejado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG