SP tem menor número de homicídios em julho, mas crime segue em alta no ano

No ano, o Estado de São Paulo registra aumento de 7% no número de vítimas de homicídios. Já os latrocínios cresceram tanto no último mês como nos sete primeiros meses de 2012

iG São Paulo | - Atualizada às

O número de vítimas de homicídios caiu no Estado de São Paulo em julho, quando comparado com o mesmo mês de 2011. Mas na soma dos sete primeiros meses do ano, o Estado registra em 2012 mais vítimas de homicídios e latrocínios do que no mesmo período de 2011.

Outros meses
Junho:  Homicídios crescem 21% e confirmam 'escalada da violência' na capital paulista
Maio:  Homicídios e roubos de veículos voltam a crescer em São Paulo
Abril:  Homicídios crescem 6% e roubos de veículos saltam 20% no ano em SP

Mairício de Souza/AE
Marcas de tiro em carro alvejado por policiais militares, em Santos, no litoral paulista, em julho

Segundo os dados das Estatísticas da Criminalidade, elaboradas pela Coordenadoria de Análise e Planejamento e divulgadas nesta segunda-feira (27) no site da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, em julho deste ano foram registradas 380 vítimas de homicídios dolosos, uma queda de 3,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram registradas 394 pessoas assassinadas.

Mas no acumulado do ano, o crescimento do número de homicídio foi de aproximadamente 7%. Foram 2.692 vítimas mortas neste ano contra 2.517 no mesmo período de 2011.

Já o número de vítimas de latrocínios - que é o roubo seguido de morte - cresceu tanto no último mês como no acumulado do ano. Em julho de 2012, 31 pessoas morreram nessas condições, contra 20 em julho do ano passado. Um crescimento de 55% entre os dois meses. No ano, o crescimento foi de aproximadamente 2,5%, de 203 em 2011 para 208 em 2012.

Leia também: 
Taxa de homicídio cresce 41,1% em 17 anos, diz IBGE
Sudeste é a região com maior número de casos de homicídio sem solução 

Roubos, assaltos a banco e furtos

As estatísticas também apresentam quedas nos roubos e furtos. Se se comparar julho de 2012 com o mesmo mês do ano passado, os roubos caíram 1,19% e os furtos, 0,23%. No acumulado dos sete meses, os furtos caíram 1,04% em comparação ao mesmo período de 2011. Os roubos, neste caso, ainda apresentam crescimento, de 4,55%.

Nos crimes patrimoniais, em se tratando do acumulado dos sete meses, a maior queda é do roubo a banco, com menos 16,34% - uma redução de 153 para 128 casos.

    Leia tudo sobre: homicídioslatrociniosestatísticascrimesmortes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG