Megaprédio é liberado pela CET na Faria Lima, em São Paulo

Pronto há cerca de quatro meses, o megaprédio comercial erguido no terreno mais caro da Avenida Brigadeiro Faria Lima, na zona sul de São Paulo, vai abrir as portas

Agência Estado |

Agência Estado

Pronto há cerca de quatro meses, o megaprédio comercial erguido no terreno mais caro da Avenida Brigadeiro Faria Lima, na zona sul de São Paulo, vai abrir as portas. A Secretaria Municipal de Transportes aprovou as obras realizadas para reduzir o impacto do empreendimento no Itaim-Bibi e concedeu a licença que abre caminho para obtenção de Habite-se e alvará de funcionamento. A expectativa é de que os documentos sejam emitidos na próxima semana.

Formado por uma torre central de 11 andares e duas de 19 andares cada, unidas pela maior laje já construída no Brasil, o Edifício Pátio Victor Malzoni terá andares ocupados por empresas multinacionais, como Google e Banco da China, um estacionamento para helicópteros e uma área de gastronomia, com restaurante do Grupo Fasano.

Com 70 mil metros quadrados de área construída, o edifício fica no terreno entre as Ruas Aspásia e Horácio Lafer, comprado pelos incorporadores em 2010. Foi o negócio mais caro já registrado na cidade, tanto pelo valor do metro quadrado quanto pelo preço total, superior a R$ 600 milhões.

Com formato que lembra uma mesa, o prédio tem fachada revestida em vidro negro e um vão central de 30 metros de altura por 44 de largura. Lá resiste uma casa bandeirista construída no século 18. Tombada pelos órgãos estadual e municipal de proteção ao patrimônio histórico e cultural, o imóvel teve a estrutura restaurada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: faria limamegaprédio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG