Alunos da FMU Itaim citam falta de estrutura para atendimentos emergenciais

Estudante Angelita Pinto Simões morreu após passar mal em sala de aula do campus Itaim, na zona sul de São Paulo

Carolina Garcia - iG São Paulo |

Futura Press
Angelita Pinto Simões morreu em sala de aula da FMU, em São Paulo

As universitárias Camila* e Juliana*, ambas alunas de Direito da unidade Itaim da FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas), onde Angelita Pinto Simões morreu na noite de ontem, afirmaram ao iG que a faculdade não possui estrutura suficiente e nem equipe para atendimento emergencial.

Juliana, aluna do terceiro ano do período noturno, disse nunca ter visto um espaço ou uma equipe especializada em atendimentos emergenciais. "Essa discussão (sobre a ausência de pronto-atendimento na faculdade do Itaim) é antiga aqui. Pelo valor das mensalidades, acho que isso seria o mínimo. Tenho até medo que aconteça algo e não conseguir ser socorrida a tempo", contou.

Ela contou que foi avisada sobre um "tumulto" na faculdade por uma mensagem de texto enviada por outra aluna que estava na parte externa do prédio. "Ela disse ter visto uma correria e pessoas desesperadas. Ninguém sabia dizer o que estava acontecendo." Angelita foi socorrida por volta das 22h, horário próximo ao encerramento das aulas, que ocorre às 22h30.

A morte de Angelita é comentada nos corredores do campus. Faxineiras e funcionários da instituição classificaram o episódio como "muito triste", e não sabiam afirmar se o prédio conta com um bombeiro de plantão para possíveis atendimentos.

Camila, estudante do período da manhã, ficou sabendo do caso hoje quando chegou ao local. "A morte foi trágica, mas pode servir para cobrar mais da instituição. Estudava no campus Santo Amaro e, por ser especializado em Ciências, não faltavam médicos e enfermeiros por lá. Já até precisei uma vez e fui bem atendida. Agora, como estamos em um prédio da área de humanas isso (falta de atendimento) ficou mais evidente."

*os nomes foram alterados após pedido das entrevistadas

    Leia tudo sobre: universitáriafmumorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG