Polícia prende mais um suspeito de integrar "gangue dos playboys"

Secretaria de Segurança Pública acredita que jovem faça parte de grupo que realizou mais de 100 sequestros relâmpago na região do Brooklin, Vila Olímpia, Moema e Campo Belo

iG São Paulo |

Agentes da 3ª Delegacia Antissequestro do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil de São Paulo prenderam, nesta terça-feira, mais um homem suspeito de integrar a uma quadrilha especializada em sequestros relâmpago na zona sul da capital paulista, conhecida como "gangue dos playboys".

RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/AE
Polícia mostra artigos que foram apreendidos com universitários presos, em outras ocasiões

Formado em parte por jovens de classe média, alguns universitários, o grupo é suspeito de ter praticado cerca de mais de 100 sequestros relâmpagos nos bairros do Brooklin, Campo Belo, Itaim-Bibi, Moema e Vila Olímpia.

O preso desta terça-feira foi identificado como Lívio Bruno Neves Silva, de 26 anos, conhecido como Índio. Os policiais também cumpriram um mandado de busca em uma loja, no Capão Redondo, onde a quadrilha se reunia antes dos crimes.

A gangue

A polícia informou que primeira identificação dos criminosos ocorreu após a prisão de B.R.G.J., de 19 anos, no dia 11 de abril. O jovem é suspeito de envolvimento em pelo menos 19 casos. Lima disse que ele cometia os crimes para desfrutar do dinheiro com roupas de marca e em casas noturnas.

Segundo a polícia, pelo menos 16 integrantes foram identificados e 10 suspeitos foram presos . Pelo menos quatro estão matriculados em universidades tradicionais da capital, em cursos como Administração de Empresas e Engenharia. Também tinham um padrão de vida de classe média. Na maioria dos casos, os pais pagavam a faculdade e alguns deles tinham carros novos.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG