Com novas doses, São Paulo quer vacinar cerca de 3 milhões de crianças hoje

Expectativa é que até o dia 24 de agosto mais de 14 milhões em todo o País compareçam aos postos para atualizar a caderneta de vacinação; Alckmin participou de abertura na capital

iG São Paulo | - Atualizada às

Teve início neste sábado em todo o País a campanha do Ministério da Saúde para vacinar crianças menores de cinco anos que precisam atualizar suas cadernetas de vacinação, caso tenham perdido alguma das imunizações. Em São Paulo, a expectativa é que quase 3 milhões de crianças compareçam aos postos de saúde, até as 17h, para que a as doses sejam aplicadas, caso necessário. Neste sábado, o governador Geraldo Alckmin participou da abertura da campanha no bairro do Ipiranga.

Leia mais: Você sabe o que é poliomielite?

Megacampanha: Va cinação infantil começa em todo o País

Vinicius Gonçalves/Futura Press/AE
Alckmin participa de abertura da campanha de vacinação no bairro do Ipiranga, em São Paulo


Desta vez, a novidade são as duas doses disponibilizadas pela primeira vez: a vacina pentavalente, que imuniza, em uma única dose, contra cinco doenças (difteria, tétano, coqueluche, meningite e hepatite B) e a vacina inativada contra poliomielite (VIP), que não conterá mais o vírus "vivo" e será aplicada com injeção.

“Essas doenças já faziam parte do calendário de vacinação, mas agora basta uma injeção”, explica Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria Estadual da Saúde. Ela acredita que a pentavalente ajuda a manter em dia as cadernetas das crianças, pois serão necessárias menos idas aos postos de saúde. Ao todo, estarão disponíveis vacinas contra 15 tipos de doenças, entre elas a paralisia infantil, pneumonia, febre amarela, gripe, o rotavírus e a meningite.

A expectativa do governo é que até o dia 24 de agosto mais de 14 milhões de crianças menores de 5 anos compareçam aos postos de saúde.

Sato explica que não há como estimar o número de crianças que estão com alguma vacina atrasada, mas ela espera que o número não seja muito grande, tendo em vista que o Estado consegue manter alta cobertura vacinal, entre 90% e 95%. A diretora informa que será possível tomar várias vacinas injetáveis no mesmo dia. “Não há contraindicação. Não se pode perder essa oportunidade ímpar de, em um único dia, tomar todas as vacinas em atraso”, convoca.

Na capital paulista, será dada atenção especial à vacina contra a pneumonia, que foi incluída em 2010 no calendário de vacinação. “Sabemos que com a introdução de novas vacinas até que a gente consiga elevadas coberturas pode demorar um pouco. No ano passado, conseguimos uma cobertura vacinal de 85%”, destaca Sato.

Os pais ou responsáveis estão sendo orientamos a levar a caderneta de vacinação das crianças ao posto de saúde mais próximo de suas casas. Em São Paulo, serão 4 mil postos, entre fixos e volantes. Caso o documento que comprove a aplicação das vacinas esteja perdido, a recomendação é que as crianças sejam levadas ao posto de saúde onde elas foram vacinadas anteriormente para que seja feita a consulta à ficha de registro.

A lista com os endereços dos postos de vacinação da Grande São Paulo está disponível neste link .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG