Protesto de policiais rodoviários federais trava rodovia Presidente Dutra

Três das quatro faixas da estrada, no sentido Rio, foram bloqueadas e congestionamento chegou a 10 km. Mobilização pede reestruturação da carreira e ampliação do efetivo

iG São Paulo | - Atualizada às

AE
Trânsito congestionado na pista expressa da Rodovia Presidente Dutra, na altura do quilômetro 214, sentido Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira

Um protesto de policiais rodoviários federais causou congestionamento na rodovia Presidente Dutra na altura de Guarulhos, na Grande São Paulo. Os agentes bloquearam três das quatro faixas da estrada no sentido do Rio de Janeiro, em ato que começou às 8h07, segundo a concessionária NovaDutra. O congestionamento chegou a 10 km, mas às 16h, estava em apenas 1km.

Acompanhe o trânsito em São Paulo

A mobilização é organizada pelo Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado de São Paulo (SINPRF-SP). A entidade pede a reestruturação da carreira, de nível intermediário para nível superior, a ampliação do efetivo com mais concursos e a manutenção da aposentadoria com o salário da ativa.

Leia também:  Reflexo da greve da Polícia Federal será diferente em cada Estado, diz federação

"Isso não é uma greve e nossa reivindicação não é salarial. Nos mobilizamos para mostrar a falência da segurança pública no País", disse o presidente do SINPRF-SP, Luiz Antonio Pereira da Silva. O sindicalista, em seu quarto mandato, informou que 15 viaturas participam do ato e garantiu que o policiamento no trecho de Guarulhos da estrada, entre os km 205 e 231, não será prejudicado.

Bloqueios

Os bloqueios, segundo ele, são "comandos", nos quais os motoristas são parados e informados sobre as demandas da categoria.

De acordo com Pereira, os policiais estão aproveitando as paradas para esclarecer motoristas de caminhão sobre as novas regras trabalhistas que começarão a valer para os condutores em breve - como paradas obrigatórias para descanso.

Ainda de acordo com Pereira, os bloqueios estão sendo desfeitos de tempos em tempos por 40 minutos para desafogar o trânsito.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG