PF prende dois nigerianos e um brasileiro por tráfico internacional de drogas

Segundo a Polícia Federal, nigerianos se apresentavam como pastores religiosos, mas estavam no Brasil para coordenar o tráfico de cocaína para a Europa e para a África

iG São Paulo | - Atualizada às

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (01), em São Paulo, dois nigerianos e um brasileiro na operação Entrega Vigiada BR, que tem o objetivo de combater o tráfico internacional de drogas. Segundo a PF, a investigação foi iniciada a partir de pedido de colaboração da polícia alemã, que identificou traficantes de origem nigeriana atuando na Europa e em São Paulo. 

Leia também: 
Promotoria denuncia 41 suspeitos de tráfico de drogas no Rio de Janeiro
Paraguai prende e expulsa brasileiro acusado de tráfico de drogas 

Divulgação
Drogas e materiais apreendido pela Polícia Federal

A investigação apontou que os traficantes traziam a cocaína da Bolívia para o Brasil e encaminhavam a droga para a Europa e África. Para tanto, aliciavam pessoas para atuar como “mulas”, que ingeriam as cápsulas ou as ocultavam em objetos transportados em suas bagagens.

Segundo a PF, os líderes da organização criminosa se apresentavam como pastores religiosos, mas que na verdade se dedicavam a coordenar o tráfico da droga. Na casa de um dos nigerianos presos, que se apresentavam como líder religioso, foi encontrada cocaína preparada em cápsulas. Outro suposto líder religioso, com autorização judicial, foi conduzido coercitivamente à PF em razão de ter sido constatada sua associação ao tráfico de drogas.

Os envolvidos serão indiciados, na medida de suas participações, pelo crime de tráfico internacional de drogas, cuja pena pode chegar a 25 anos de reclusão e multa e associação para o tráfico, com pena máxima de 16 anos e 8 meses de reclusão e multa.

    Leia tudo sobre: tráfico de drogasnigerianoPolícia Federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG