Acumulado de chuva na capital paulista já é maior do que o esperado para todo o mês de julho. Chuva desta tarde causa alagamentos e chegou a fechar o Aeroporto de Congonhas

A chuva que atinge a região metropolitana de São Paulo nesta terça-feira (17) deixou as zonas sul, norte, oeste, centro e as regiões das marginais Pinheiros e Tietê em estado de atenção das 15h às 15h55, informou o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. O temporal deixou pelo menos 18 pontos de alagamento na capital paulista nesta tarde.

Tempo real: Acompanhe o trânsito em São Paulo e em mais 16 cidades

Chuva forte causa ponto de alagamento na avenida Corifeu de Azevedo Marques, no bairro do Jaguaré, na zona oeste de São Paulo
AE
Chuva forte causa ponto de alagamento na avenida Corifeu de Azevedo Marques, no bairro do Jaguaré, na zona oeste de São Paulo

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 18h, a cidade tinha 120 quilômetros de lentidão, índice acima da média para o horário. Os pontos de maior lentidão estão no corredor Norte/Sul, sentido Aeroporto, da oraça da Bandeira até o viaduto Santa Generosa (3,0 km); no corredor Norte/Sul, sentido Aeroporto, da rua Ipê Peroba até o viaduto João Julião da Costa Aguiar (2,9 km); na avenida Ibirapuera, sentido Bairro, da rua Mondego até a avenida dos Bandeirantes (2,6 km ); no corredor Eusébio/ Rebouças, sentido Centro, da rua Ibianopolis até a rua Oscar Freire (2,6 km).

A chuva também prejudicou as operações de voo no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital. As pistas foram fechadas às 14h48 e reabertas apenas 15h30 para pousos e decolagens. Por volta das 18h, a cidade ainda tinha pelo menos 30 semáforos com problemas.

Veja a previsão do tempo para a sua cidade

Segundo o CGE, a chuva que atingiu a região metropolitana de São Paulo durante a madrugada desta terça-feira (17) deu uma trégua durante a manhã e voltou com força à tarde. Por conta disso, a temperatura subiu um pouco mais em relação a segunda-feira e atingiu 17º C por volta do meio dia, mas voltou a cair com a forte chuva que atingiu a região à tarde.

Hoje a capital já teve sua média de chuva que é de 44 mm ultrapassada. Segundo dados do CGE, o acumulado médio mensal até as 7h era de 45,7mm. Dos 32 pontos de medição, pelo menos 15 já superaram a média esperada. O destaque fica para as subprefeituras de Cidade Ademar com 79,3mm, Capela do Socorro com 77,4mm, Campo Limpo com 62,4mm e Santo Amaro com 60,4mm, todas situadas na zona sul da cidade. Já o Inmet, que tem sua estação meteorológica instalada no Mirante de Santana, na zona Norte, registrou 52,0mm até as 09h de hoje.

Chuva na avenida Jaguaré, na zona oeste de São Paulo, na manhã desta terça-feira (17)
Biló/Futura Press
Chuva na avenida Jaguaré, na zona oeste de São Paulo, na manhã desta terça-feira (17)

A quarta-feira (18) ainda terá chuva intermitente em boa parte do dia. Os volumes esperados serão menores e a melhora gradativa do tempo já começa no período da noite. As temperaturas se mantêm baixas e oscilam entre mínima de 12 ºC e máxima de 17º C. O risco para deslizamentos de terra permanece em função das chuvas dos últimos dias.

Na quinta-feira (19) o tempo abre, com predomínio de sol na maior parte do dia e sem previsão de chuvas. As temperaturas ainda permanecem baixas e a máxima não ultrapassa os 18,0ºC. O dia será marcado por baixa amplitude térmica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.