Homens armados invadiram supermercado em Moema. levaram dinheiro dos caixas e um funcionário como refém. PM perseguiu criminosos e houve tiroteio

Agência Estado

Um assaltante morreu e outros três foram presos, por volta das 22h de domingo (15), em um confronto com policiais militares após assaltarem um supermercado em Moema, na zona sul da capital, e levarem um dos funcionários refém.

Ocupando um Chevrolet Celta, segundo a PM sem queixa de roubo ou furto, o quarteto chegou ao estabelecimento, localizado na avenida Santo Amaro, próximo à avenida Rouxinol, e anunciou o assalto. Após roubarem o dinheiro dos caixas, os criminosos, armados com um revólver calibre 38, obrigaram um dos funcionários a entrar no mesmo carro e fugiram.

Polícia mata dois suspeitos após arrastão em bar na zona sul de São Paulo

Fachada do supermercado alvo dos criminosos no bairro de Moema, na zona sul de São Paulo
RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/AE
Fachada do supermercado alvo dos criminosos no bairro de Moema, na zona sul de São Paulo


Policiais de uma viatura de Força Tática do 12º Batalhão, cientes do assalto, localizaram o Celta, iniciando a perseguição, que só terminou na altura do nº 650 da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, próximo à rua Quintana, no Brooklin, bairro vizinho, onde, segundo a PM, um dos bandidos, P.H.T.S., de 25 anos, desceu do veículo e atirou contra a viatura.

Na troca de tiros, o assaltante foi baleado e morreu no pronto-socorro municipal do Jabaquara, para onde foi levado pelos mesmos policiais. Os outros três bandidos, J.L. 24, D.S., 27, e A.A.E., 28, foram detidos sem ferimentos. O funcionário do supermercado, que era mantido refém, também ficou ileso.

Os dados da ocorrência foram informados ao delegado plantonista do 27º DP, do Campo Belo, mas a resistência seguida de morte será investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.