Oito são mortos em madrugada violenta em Osasco

Crimes ocorreram em pelo menos seis ruas da cidade. PM diz bandidos aproveitaram salva de fogos após jogo do Palmeiras para disfarçar disparos

iG São Paulo | - Atualizada às

Pelo menos oito pessoas foram assassinadas nesta madrugada em seis endereços de Osasco, na Grande São Paulo. As execuções ocorreram nas seguintes ruas: Cuiabá, Santo Expedito, Palmital, Jader, Patrocínio Paulista e Marques de Resende. No início da manhã, a polícial havia informado que todos eram torcedores do Palmeiras e que os casos tinham relação. Porém, a informação foi corrigida.

Leia mais: Euforia em excesso causa tumulto entre palmeirenses e policiais

Alex Falcão/Futura Press
Uma das vítimas foi assassinada na calçada de uma mercearia na rua Jade, no Jardim Mutinga, em Osasco


Segundo a delegada titular do 10º DP, Cristiane Pires, as informações ainda são incoerentes e nada concreto pode ser afirmado por enquanto. "Está tudo muito cru ainda, ninguém viu a placa do carro - um Fiat Palio - que teria participado das ações. Também dizem ter escutado uma moto", informa Pires. As regiões dos ataques são áreas de periferia, afirma a polícia, e a maioria das pessoas têm medo de testemunhar.

Agentes da Delegacia Seccional de Osasco informaram que apenas uma das vítimas baleadas usava camisa do Palmeiras no momento dos crimes. Segundo a Polícia Civil, a maior parte dos homicídios parece ter acontecido em frente a bares e pontos de venda de drogas.

A Polícia Militar emitiu uma nota esclarendo que os crimes não tinham relação com as comemorações do título do Palmeiras. "A única coincidência com a comemoração do título do Palmeiras é que os criminosos aproveitaram o horário, em que se dava a salva de fogos, para “disfarçar” o estampido dos disparos de suas armas", informa a nota. 

O caso é investigado pela Polícia Civil e foi registrado no 10º DP, de Osasco, onde serão investigadas as motivações dos crimes. A PM informou ainda que os locais das execuções são conhecidos como pontos de venda de drogas. 

Mortos

Jailton Rodrigues da Silva, de 29 anos, Robson Cardoso Godoy, de 22, Denis dos Santos, de 34, Edilson Silvestre da Silva, de 35, Adriano Barbosa, de 24, Antônio Carlos Junior, de 46, Daniel Pereira Medrado, de 23, e Marcelo Lúcio Gaspar Longarini, de 41, foram vítimas fatais dos ataques.

João Manoel Gonçalves Santos, de 47 anos, teria ficado somente ferido, com um tiro nas costas, informa a Polícia Civil. Ferido, Gonçalves acionou o 190 e foi socorrido no Pronto Socorro Municipal Osmar Mesquita, no Jardim Helena Maria, de onde teria sido liberado. Porém, segundo a Secretaria de Saúde Municipal de Osasco, ele morreu durante a madrugada no Hospital Regional de Osasco. Ainda segundo a secretaria, seis pessoas foram encaminhadas a hospitais municipais nesta madrugada, sendo que quatro delas morreram.

Outras duas, conforme informações da secretaria, foram submetidas a cirurgias de urgência no Hospital Municipal Antonio Giglio e apresentavam quadro estável até as 11h20 desta quinta. 

    Leia tudo sobre: torcedores baleadospalmeirasosascobaleados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG