Segundo a polícia, churrascaria e restaurante especializado em comida nordestina, na capital paulista, foram autuados por terem em estoque alimentos com prazos de consumo vencidos

Agentes do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) da Polícia Civil de São Paulo autuaram dois restaurantes na avenida Prof. Francisco Morato, zona oeste da capital paulista, por usarem para o consumo alimentos estragados, vencidos ou sem procedência.

Leia também:
Vistoria encontra alimentos vencidos e fecha dez restaurantes no Paraná
Polícia apreende alimentos vencidos em restaurante acusado de racismo em SP

Alimentos apreendidos pela polícia em restaurantes da capital paulista nesta semana
Divulgação
Alimentos apreendidos pela polícia em restaurantes da capital paulista nesta semana

Segundo a Polícia Civil, nesta terça-feira (10) pela manhã, em uma churrascaria, foram apreendidos 36 quilos de alimentos impróprios para o consumo. Entre os produtos estavam pacotes com carnes bovinas e suínas, peças de queijo com bolor e uma feijoada pronta exalando odor de azedo.

Já nesta quarta-feira (11), em um restaurante especializado em comida nordestina, foram apreendidos 50 quilos de feijão, garrafas e latas de refrigerante e cerveja, pacotes de massa, carnes suínas e bovinas. Segundo a polícia, os alimentos em situações irregulares estavam localizados na área do bar do restaurante, salão, no setor de produção e no estoque. Ao todo, 100 quilos de comida foram apreendidos.

O cozinheiro chefe e responsável pelo estabelecimento de comidas nordestinas, e o gerente da churrascaria, foram autuados em flagrante por crimes contra as relações de consumo e presos. Para responder pelo crime em liberdade, deverão pagar fiança.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.