Prefeitura cassa a licença do Shopping Pátio Paulista

Local pode receber multa de mais de R$ 1 milhão e ser lacrado no fim do mês, caso não regulariza a situação dos estacionamentos

iG São Paulo | - Atualizada às

A Secretaria de Coordenação de Subprefeituras informou nesta terça-feira que vai cassar a licença de funcionamento do Shopping Pátio Paulista. Em nota, a secretaria afirmou que a administração do shopping não entregou os documentos exigidos para comprovar número suficiente de vagas no estacionamento. A decisão será publicada nesta quarta-feira (11) no Diário Oficial.

Leia também:  Prefeitura de São Paulo anuncia interdição de shopping center na Mooca

Helvio Romero/AE
Shopping pode ser lacrado no próximo dia 30, caso não regularize o estacionamento

Segundo o órgão, a documentação entregue na última sexta-feira (6) não explica a falta de vagas no estacionamento e a instalação de um lava-rápido no local, ocupando o lugar que deveria ser destinado aos automóveis. A administração também não entregou comprovantes dos estacionamentos conveniados, que deveriam suprir a falta de vagas no prédio.

De acordo com a prefeitura, o shopping tem agora um prazo de cinco dias para regularizar sua situação. Caso o empreendimento não consiga comprovar que cumpre as condições exigidas para o funcionamento, será aplicada no próximo dia 19 um multa no valor de R$ 1,18 milhões. O local poderá ser fechado no próximo dia 30 de julho, se não regularizar sua situação. A administração do Shopping Pátio Paulista não foi encontrada para comentar a decisão.

Pátio Higienópolis

O Shopping Pátio Higienópolis, na zona oeste da capital paulista, passa por processo semelhante ao Pátio Paulista. No mês passado, o estabelecimento da zona oeste recebeu multa de R$ 1,5 milhões da Subprefeitura da Sé por irregularidade no estacionamento. Os dois prédios foram reformados pela mesma empresa, a Brookfield Gestão de Empreedimentos (BGE).

Leia mais: Prefeitura cassa licença do Shopping Pátio Higienópolis

A licença do Pátio Higienópolis foi cassada na última quarta-feira (4) e o local pode ser interditado no dia 27, caso não regulariza sua situação.

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG